Fórmula 1
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Diretor da Williams: Stroll chegou à F1 “cedo demais”

compartilhar
comentários
Diretor da Williams: Stroll chegou à F1 “cedo demais”
19 de dez de 2018 14:40

Paddy Lowe considera que canadense teria se beneficiado caso permanecesse mais um ano na base, mas destaca progresso para 2018

Diretor técnico da Williams, Paddy Lowe considera que Lance Stroll chegou à F1 “cedo demais” e que teria se beneficiado caso passasse mais uma temporada na base.

O canadense estreou na F1 em 2017, logo depois de conquistar o título da F3 Europeia. Mas, em vez de migrar para a F2, o que seria seu passo natural, Stroll foi diretamente à F1, pela própria Williams, correndo ao lado de Felipe Massa.

No geral, Stroll teve uma campanha de oscilações em 2017, quando cometeu erros no início da temporada, performances apagadas diante de Massa e até momentos em que teve amplo destaque, como a primeira fila em Monza e o pódio em Baku.

Para Lowe, o jovem piloto teria uma estreia menos turbulenta caso chegasse à F1 com mais bagagem. “Minha visão pessoal é que, analisando agora, ele chegou à F1 cedo demais”, disse Lowe à revista americana Racer.

“Há um número de razões para isso, mas acho que ele teria ficado melhor se chegasse um ano depois, quando estivesse mais bem preparado.”

“Foi realmente um ano duro para ele no ano passado, mas o vimos dar um grande passo no inverno [europeu]. Ele esteve muito mais forte neste ano, particularmente em classificação, o que foi uma parte difícil para ele no ano passado. Mas ele transformou sua abordagem completamente para as classificações e isso resultou bem para ele. E, assim, ele se tornou um piloto mais confiante e tirou melhores resultados disso.”

Stroll, que fez duas temporadas na F1 pela Williams, se transferirá para a Force India na próxima campanha, correndo ao lado de Sergio Pérez.

Próximo artigo
Wolff diz não ter perdido confiança em Bottas, mas vê Ocon como "fator"

Artigo anterior

Wolff diz não ter perdido confiança em Bottas, mas vê Ocon como "fator"

Próximo artigo

Prefeito de Londres crê na possibilidade de corrida da F1 nas ruas da cidade

Prefeito de Londres crê na possibilidade de corrida da F1 nas ruas da cidade
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1