Dupla da Mercedes mostra otimismo após primeiros treinos na Coreia

Líder nas duas sessões, Hamilton diz que não lembra de uma sexta-feira tão forte. Para Rosberg, é possível bater Red Bull

Dupla da Mercedes mostra otimismo após primeiros treinos na Coreia
Carregar reprodutor de áudio

O tom de voz contrastou com os tempos conquistados pela dupla da Mercedes nesta sexta-feira e até com as palavras usadas por Hamilton e Rosberg nas entrevistas pós-treinos. Ouvidos pelo TotalRace na Coreia do Sul, os dois pilotos exaltaram a força do carro na pista de Yeongam, mesmo que estivessem um tanto quanto lacônicos.

“Tivemos um bom dia hoje, fiquei bem feliz com nossas sessões”, disse o inglês Lewis Hamilton, que liderou ambos os treinos. “O tempo ajudou e deu tudo certo. Essa é a primeira vez que me lembro de me sentir tão bem numa sexta-feira, incluindo o FP2. Não fizemos grandes mudanças, mas tudo correu bem. Sinto que temos uma boa base e espero que permaneça assim no resto do fim de semana”, observou.

Hamilton conseguiu uma distância de 1 décimo de segundo para Sebastian Vettel e ainda espera que o carro possa melhorar. “Ainda podemos conseguir algumas melhorias durante a noite. Aqui é preciso um bom pacote de downforce e já começamos bem. Essa é uma pista que eu gosto muito e o bom é que ela esteve limpa desde o início dos treinos”, concluiu o campeão de 2008.

Seu companheiro Nico Rosberg, que terminou em terceiro nesta sexta-feira, também elogiou muito o carro da Mercedes. “Foi um bom dia. Parece que está bem difícil de bater a Red Bull, eles estão muito rápidos, mas talvez estejamos bem próximos”, comentou o alemão, que ficou a apenas milésimos de Vettel no segundo treino.  “É possível vencer, sempre vou para os fins de semana otimista. Vamos ver”, completou.

O piloto acredita que o acerto será muito importante para o resto do fim de semana. “Provavelmente os carros terão diferentes níveis de downforce. Dependendo de quanto downforce escolhemos, podemos ir mais rápido no primeiro setor, mas perdemos para o resto do circuito e isso pode definir muita coisa. Minha preocupação é com a degradação dos pneus da frente. Está um pouco complicado aqui, embora esteja OK com os pneus mais duros”, revelou o piloto. 

compartilhar
comentários
“Ele não consegue ficar em casa", diz Massa sobre Barrichello
Artigo anterior

“Ele não consegue ficar em casa", diz Massa sobre Barrichello

Próximo artigo

Vettel espera disputa apertada com a Mercedes na Coreia

Vettel espera disputa apertada com a Mercedes na Coreia
Carregar comentários