Fórmula 1
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Empresária de Schumacher: título de 2000 foi decisivo para Ferrari

compartilhar
comentários
Empresária de Schumacher: título de 2000 foi decisivo para Ferrari
10 de jan de 2019 15:39

Sabine Kehm vê a primeira conquista do alemão pela Ferrari como um momento fundamental para o sucesso da relação na década passada

A empresária de Michael Schumacher, Sabine Kehm, vê o título do alemão na temporada de 2000 da F1 como um ponto decisivo para a relação de sucesso do ex-piloto com a Ferrari, já que acredita que a situação poderia ser comprometida se a conquista não viesse.

Schumacher, então bicampeão mundial, se juntou à Ferrari para a temporada de 1996 na tentativa de acabar com o jejum de títulos de pilotos da Scuderia que durava desde 1979, com Jody Scheckter.

O alemão teve algumas campanhas em que chegou mais próximo, mas acabou frustrado: 1997, quando perdeu para Jacques Villeneuve após manobra polêmica de sua parte, ou 1998, derrotado por Mika Hakkinen na decisão. Em 1999, Schumacher sequer pôde disputar o título, já que fraturou a perna após um acidente em Silverstone.

A conquista enfim veio em 2000, no GP do Japão, quando o alemão venceu um duelo com Hakkinen para conquistar o título com uma prova de antecipação.

Kehm, que trabalha com Schumacher desde exatamente aquele ano, considera que a ocasião se tratou de um momento crucial.

“Estava claro que a pressão era extremamente alta. Senti que foi um ano decisivo”, disse a alemã, em conversa com o podcast oficial da F1, Beyond The Grid.

“Ele [Schumacher] estava trabalhando de forma realmente incrível naquele ano e colocando todo seu esforço.”

“Não sei o que teria acontecido se o campeonato não viesse. Eu realmente tinha a sensação de que eu não sei o que teria acontecido se eles não tivessem conseguido.”

A empresária, que trabalha com a família Schumacher até os dias atuais, também vê aquele dia em Suzuka como uma das ocasiões mais impressionantes de sua vida profissional ao lado do alemão.

“Eu realmente me lembro de quando Michael venceu em Suzuka. Nunca imaginei uma explosão de emoções tão grande de toda a equipe.”

“Quando ele cruzou a linha, havia gente no fundo da garagem que estava em lágrimas. Acho que foi só ali que eu entendi o que aquilo representava para eles, porque eles haviam tentado por tantos anos, por tanto tempo.”

“Havia mecânicos que estavam por lá havia 25 anos e estavam literalmente chorando, mas com vergonha, então eles tentavam esconder.”

“Nunca vi algo tão emocionante. Aquele foi o momento em que eu pensei ‘uau’. Foi ainda maior do que eu esperava que fosse.”

Schumacher conquistaria mais quatro títulos consecutivos após a temporada de 2000.

 

Próximo artigo
Rosberg: Vettel estará fora de sua zona de conforto com Leclerc

Artigo anterior

Rosberg: Vettel estará fora de sua zona de conforto com Leclerc

Próximo artigo

Honda diz que manterá mesmo design de motor para 2019

Honda diz que manterá mesmo design de motor para 2019
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Michael Schumacher Compre Agora
Equipes Ferrari Compre Agora