Fórmula 1
R
GP de Eifel
09 out
Próximo evento em
18 dias
R
GP de Portugal
23 out
Próximo evento em
32 dias
04 dez
Próximo evento em
74 dias
R
GP de Abu Dhabi
11 dez
Próximo evento em
81 dias

Entenda como Mercedes evitou receber punição como a da Haas na Hungria

compartilhar
comentários
Entenda como Mercedes evitou receber punição como a da Haas na Hungria
Por:

Preocupações de Hamilton com motor na volta de apresentação não puderam ser acalmadas pela Mercedes, revelou diretor de engenharia da equipe

A Mercedes não pôde acalmar os temores de Lewis Hamilton sobre o motor falhar na hora da largada na Hungria, devido às mesmas restrições de orientações de rádio, que levaram os pilotos da Haas a serem penalizados, revelou o diretor de engenharia Andrew Shovlin.

No momento em que completou sua volta de apresentação e chegou ao local de largada, Hamilton informou à equipe que o motor agia "como se fosse falhar”.

O time sabia que ele não teria um problema e poderia focar apenas na largada. No entanto, as restrições às informações na volta de apresentação significavam que a equipe não podia falar nada.

Leia também:

A mesma regra, baseada em uma norma técnica de 2017, relacionada aos pilotos terem que pilotar o carro sozinhos e sem ajuda, levou ambos os pilotos da Haas a receberem penalidades de 10 segundos, pois seus engenheiros os chamaram de volta aos boxes para colocar pneus secos na volta de apresentação.

Isso também impediu que Daniil Kvyat, que queria colocar pneus slicks, fosse capaz de discutir a estratégia com sua equipe.

“Lewis nos falou sobre um problema na volta de apresentação em que ele disse que o motor iria falhar”, disse Shovlin em um vídeo da Mercedes. “Na verdade, era um problema de sensor que estava afetando apenas o motor no controle de marcha lenta”, completou.

“Agora não foi um problema, não iria falhar e há uma proteção que impede que o motor falhe de qualquer maneira, se você está naquela situação, mas não podíamos falar para ele que estava tudo bem”.

“E isso acontece por conta das regras que impedem que você fale com o piloto durante toda a volta de apresentação. Então sabíamos que estava tudo bem, mas ele teve que se preocupar um pouco até a largada”.

Problema de Bottas na largada explicado

Apesar de que Hamilton possa ter sido distraído pelo problema, foi seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, que largou mal após sair antes das luzes se apagarem. O finlandês disse que foi pego por uma luz em seu painel, e Shovlin explicou que isso era uma consequência de como o início da corrida é treinado.

“O problema dele foi, na verdade, que ele reagiu a uma das luzes em seu painel que piscou”, disse Shovlin. “E isso porque ele pratica as largadas usando seu volante nos finais de semana”, completou.

“E para simular as luzes apagando para a largada, as luzes no painel do volante se apagam. E foi por isso que ele reagiu, isso o distraiu”.

“Por sorte, ele foi capaz de puxar a embreagem e evitar uma queima de largada. Agora, tem um sistema automático que detecta onde o carro está e quando ele deixou o ponto de largada.”

Exclusivo! Para Massa, "Hamilton tem bom coração, mas não é feliz"

PODCAST: O debate de fãs e haters sobre domínio de Hamilton e participação de Eric Granado

 

Jornal: Ferrari foi espionada em caso que levou a acordo com FIA

Artigo anterior

Jornal: Ferrari foi espionada em caso que levou a acordo com FIA

Próximo artigo

Nurburgring, Ímola e Portimão farão parte do calendário da F1 em 2020, diz site

Nurburgring, Ímola e Portimão farão parte do calendário da F1 em 2020, diz site
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Pilotos Lewis Hamilton
Equipes Mercedes
Autor Adam Cooper