Fórmula 1 GP da Holanda

F1: Alonso revela maior decepção da carreira; confira

Espanhol lamenta não ter conquistado um título com a Ferrari

Fernando Alonso, Aston Martin F1 Team

Campeão mundial em 2005 e 2006 com a Renault, Fernando Alonso agora desfruta de um bom momento com a Aston Martin na Fórmula 1. Porém, nem tudo foram flores na carreira do espanhol e o 'príncipe das Astúrias' revelou qual foi sua maior decepção nestes 20 anos na categoria. 

Leia também:

Depois de uma passagem desastrosa pela McLaren em 2007, ele se juntou à Ferrari em 2010 e foi na escuderia italiana onde ele não alcançou os objetivos esperados. Falando ao High Performance Podcast, o espanhol revelou que não vencer um título com a Ferrari foi a maior decepção da carreira.

“Se eu voltasse no tempo, mudaria as coisas”, admitiu Alonso. “Ganhar um campeonato com a Ferrari provavelmente seria a primeira coisa que escolheria se pudesse voltar no tempo. Em 2010, 2012 estávamos a poucas voltas de vencer um campeonato e isso provavelmente poderia ter mudado um pouco o resultado de muitas coisas e a história de algumas coisas. Fiquei desapontado com certeza. Mas isso é difícil de mudar e você depende de muitas outras pessoas e de outras equipes também e do desempenho dos carros.... É difícil se arrepender de algo porque isso está fora de suas mãos.”

“Eu sei que estou no fim e há uma nova vida para mim em alguns anos sem dirigir”, disse ele. “Quando olhar para trás em minha carreira, verei muitas coisas boas, boas amizades e experiências incríveis. Mas é como se eu devesse ter aproveitado mais e se eu tivesse a oportunidade de viver minha vida mais uma vez, talvez eu não mudasse nada em minhas equipes ou minhas escolhas, eu apenas mudaria para viver um pouco mais de todos esses momentos e tentar ter mais memórias desses momentos. Ganhei o campeonato no Brasil em 2005 e 2006 e quase não me lembro de nada daquelas tardes e noites – o que é triste, sabe. Então, esse é o tipo de coisa que vou mudar.”

Aos 42 anos, Alonso tenta viver mais os momentos na F1 além de apenas focar na próxima corrida assim que um fim de semana acaba, como fazia antigamente.

“Quando ganhei os dois campeonatos na Renault, meu tempo na Ferrari, foi bom, mas você está muito focado na próxima corrida, no próximo fim de semana. Você termina uma corrida, pode até vencer, mas você vai para o aeroporto e, quando está no avião, pensa no próximo fim de semana. Então, você chega em casa e manda uma mensagem para o seu engenheiro, 'sabe, precisamos testar o software na traseira porque a tração estava muito ruim no final da corrida', esse tipo de coisa."

“Penso que com a idade e agora neste ponto da minha carreira, é como os pódios deste ano – parece que quando revejo a corrida na TV, pareço o mais feliz no pódio, mas é porque consigo aproveitar mais esse tipo de momento e comemorar todo fim de semana faz parte do meu jeito agora.”

Mesmo sendo o piloto mais velho do grid, o espanhol atualmente é o terceiro colocado no campeonato de pilotos e vê que sua idade não atrapalha em nada nas performances durante os GPs.

“Acho que quando você tem 20 anos vê a vida de uma maneira e quando tem 40, vê de uma maneira completamente diferente”, explicou Alonso.

“Infelizmente, quando você tiver a experiência dos 40 anos, vai adorar ter 20 porque está com o corpo pronto para o conhecimento que tem aos 40. Mas no automobilismo, acho que aos 40, e o conhecimento que você tem aos 40 anos, não é uma grande desvantagem não ter o corpo de 20. Acho que no momento me sinto bem porque meu esporte é bom aos 40 anos e esse conhecimento ainda está sendo entregue. Se eu fosse um jogador de futebol ou de tênis ou qualquer outra coisa, isso seria mais doloroso.”

Qual a DIFERENÇA entre o domínio de Max com a Red Bull e o pico de Hamilton/Mercedes? E a McLaren?

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #243 – Quem faz da F1 em 2023 um verdadeiro fiasco?

 

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior RETA FINAL - F1 de volta: motivos para continuar acompanhando campeonato até o fim
Próximo artigo F1: Verstappen pode ser investigado por vídeo a bordo de Aston Martin Valkyrie; entenda

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil