F1: Carona de Mansell a Senna em Silverstone completa 30 anos; relembre episódio

Tricampeão brasileiro sofreu uma pane seca na última volta do GP da Grã-Bretanha, mas distância para os demais foi suficiente para garantir a quarta posição

F1: Carona de Mansell a Senna em Silverstone completa 30 anos; relembre episódio

Na Fórmula 1 atual, a pane seca é algo bastante improvável. A evolução da tecnologia permite que o cálculo de combustível colocado nos carros seja bastante preciso, evitando esse tipo de cena, que era bem comum no passado. E neste dia 14 de julho, um clássico episódio do tipo completa 30 anos: quando Nigel Mansell deu carona a Ayrton Senna após vencer o GP da Grã-Bretanha.

Correndo em Silverstone, Mansell aproveitou o apoio da torcida local para garantir a pole position, sua primeira no ano, quebrando uma sequência com quatro de Senna e três do companheiro de equipe do piloto da Williams: Riccardo Patrese.

Leia também:

Na largada, Senna saiu bem e logo assumiu a liderança em cima de Mansell, enquanto Patrese acabou com o primeiro abandono do dia, após um toque com Gerhard Berger. E o brasileiro não conseguiu se manter à frente por muito tempo, com Mansell dando o troco na curva Stowe.

Enquanto Mansell e Senna abriam uma boa vantagem para o resto do pelotão, Berger, Prost e Alesi tinham uma disputa própria pela última posição do pódio.

Após 59 voltas, Mansell cruzou a linha de chegada em primeiro, conquistando sua segunda vitória consecutiva daquele ano. Já Senna ficou sem combustível na última volta, mas acabou sendo classificado na quarta posição, com Berger e Alain Prost à sua frente.

Ayrton Senna, McLaren receives a lift back to the pits from Nigel Mansell, Williams FW14 Renault

Ayrton Senna, McLaren receives a lift back to the pits from Nigel Mansell, Williams FW14 Renault

Photo by: Rainer W. Schlegelmilch

Mas o que chamou a atenção do público veio após a linha de chegada. Em sua volta de celebração, Mansell parou sua Williams ao lado de Senna, que subiu na lateral para pegar uma carona com o colega de grid. O britânico levou o piloto da McLaren até os boxes enquanto comemorada o triunfo com o público.

Mesmo com os pontos perdidos, Senna se manteve na liderança após o GP da Grã-Bretanha, tendo 51 pontos contra 33 de Mansell.

E apesar da disputa apertada ao longo do ano, com sete vitórias para o brasileiro contra cinco do britânico, Senna triunfou no final do ano, conquistando seu terceiro e último título na F1, enquanto Mansell ficou com o terceiro vice-campeonato, a caminho de um 1992 dominante, onde finalmente encerrou a espera e obteve seu Mundial.

EXCLUSIVO: Mariana Becker vê Hamilton mais irritado, Verstappen maduro e detalha 'treta' com Alonso

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #118: Quais 'passagens de bastão' mais emblemáticas da F1?

 

.

compartilhar
comentários
F1: Ocon terá novo chassi em Silverstone para "erradicar dúvidas" sobre dificuldades

Artigo anterior

F1: Ocon terá novo chassi em Silverstone para "erradicar dúvidas" sobre dificuldades

Próximo artigo

F1: Marko acredita que 'novo' Gasly não teria desempenho que teve em 2019 na Red Bull

F1: Marko acredita que 'novo' Gasly não teria desempenho que teve em 2019 na Red Bull
Carregar comentários