Fórmula 1 GP da Holanda

F1 - 'Do amor ao ódio': Hamilton se revolta com equipe no rádio após erro na Holanda

Britânico da Mercedes mostrou descontentamento por ter ficado na pista e não ser parado no enquanto satefy car estava na pista

Lewis Hamilton, Mercedes W13, Nicholas Latifi, Williams FW44

Lewis Hamilton não conseguiu segurar o descontentamento com a equipe por ter ficado na pista com pneus vulneráveis e não ter aproveitado a entrada do safety car para colocar compostos novos - assim como Max Verstappen fez - durante o GP da Holanda de Fórmula 1.

Leia também:

Antes de toda a emoção final acontecer, Lewis Hamilton e George Russell lideravam a corrida por terem se beneficiado de um safety car virtual causado por Yuki Tsunoda. Ainda durante o VSC, Hamilton elogiou a equipe de forma contundente pela rapidez da parada dupla feita com ele e Russell.

"Vamos lá, caras. Esse foi um ótimo pit-stop, obrigado!"

 

Porém, restando 15 voltas para o fim, o carro de Valtteri Bottas parou na pista e o safety car precisou entrar. Ao ser acionado, Max Verstappen foi chamado no rádio para ir aos boxes e colocou compostos macios. Hamilton ficou fora, assim como Russell.

Contudo, quando o safety car passou pelo pit-lane, o piloto 63 da Mercedes avisou que queria parar e pediu à equipe que preparassem pneus de faixa vermelha pegando todo mundo de surpresa. A troca foi feita e Russell caiu para terceiro ficando atrás de Verstappen, em segundo, e Hamilton P1.

Na relargada, com 12 voltas para o fim, Lewis Hamilton com pneus médios usados, não conseguiu segurar a pressão do holandês da Red Bull que veio com tudo, e de forma fácil, para cima e retomou a liderança da prova. Pouco depois, foi ultrapassado pelo próprio companheiro de equipe e por fim, por Charles Leclerc. 

Ao perceber que tinham feito a estratégia errada, Hamilton não poupou palavras com os mecânicos no rádio:

"Eu não acredito que vocês me foderam assim. Não consigo descrever o quão chateado estou.”

 

No fim da corrida, no entanto, o heptacampeão voltou atrás nas palavras duras e agradeceu a todos pelo trabalho feito nas paradas e disse que, de qualquer forma, lutou pelos pontos na corrida deste domingo.

"Para todos os mecânicos, trabalho fantástico hoje. Esses foram os melhores pitstops que tivemos durante todo o ano, então obrigado pelos esforços contínuos. Vamos continuar pressionando, ainda temos pontos hoje."

 

PODCAST #193: 'Estilo Briatore' faz com que Piastri chegue à F1 queimado?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Vitória em casa faz vantagem de Verstappen passar dos 100 pontos; veja a situação do Mundial após o GP da Holanda
Próximo artigo F1: Ferrari erra novamente ao esquecer pneu em parada de Sainz no GP da Holanda

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil