Hamilton responde à fala de Piquet; F1 e Mercedes repreendem comentário de Nelsão sobre Lewis

"Vamos focar em mudar a mentalidade", afirmou o heptacampeão mundial; saiba mais

Hamilton responde à fala de Piquet; F1 e Mercedes repreendem comentário de Nelsão sobre Lewis
Carregar reprodutor de áudio

A Fórmula 1 repreendeu as observações preconceituosas feitas por Nelson Piquet sobre Lewis Hamilton, da Mercedes, que recentemente ganharam força nas mídias sociais.

O editor recomenda:

Pouco depois, o próprio heptacampeão se manifestou, respondendo a um tweet no qual um internauta questiona: "E se Lewis Hamilton apenas tuitasse 'Quem diabos é Nelson Piquet?'...". O britânico escreveu ironicamente: "Imagine". Veja abaixo:

 

Hamilton seguiu: "É mais do que linguagem. Essas mentalidades arcaicas precisam mudar e não têm lugar no nosso esporte. Fui cercado por essas atitudes e alvo de minha vida toda. Houve muito tempo para aprender. Chegou a hora da ação".

 

Além disso, Lewis publicou em português:

 

Piquet proferiu uma fala considerada de cunho racista a Hamilton ao falar em uma entrevista dada ao canal Motorsports Talk, no YouTube, em 2021, relatando o confronto entre o heptacampeão e Max Verstappen em Silverstone.

Embora a conversa tenha sido gravada em novembro, a entrevista foi recentemente descoberta nas plataformas de mídia social – com a linguagem de Piquet ("n****nho") sendo condenada pela F1.

"Linguagem discriminatória ou racista é inaceitável de qualquer forma e não deve fazer parte da sociedade. Lewis é um embaixador incrível do nosso esporte e merece respeito", diz o comunicado.

“Seus esforços incansáveis ​​para aumentar a diversidade e a inclusão são uma lição para muitos e algo com o que estamos comprometidos na F1”.

A Mercedes também divulgou uma declaração de apoio ao seu piloto, acrescentando: "Condenamos nos termos mais fortes qualquer uso de linguagem racista ou discriminatória de qualquer tipo."

 

"Lewis liderou os esforços do nosso esporte para combater o racismo e ele é um verdadeiro campeão da diversidade dentro e fora das pistas."

“Juntos, compartilhamos a visão de um automobilismo diversificado e inclusivo, e este episódio destaca a importância fundamental de continuar lutando por um futuro melhor”.

 

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA), que regula o esporte, postou a seguinte mensagem nas redes: "A FIA condena fortemente qualquer expressão racista ou discriminatória, que não tem lugar no esporte ou na sociedade. Prestamos nossa solidariedade a Lewis Hamilton e nosso apoio ao seu compromisso pela igualdade, diversidade e inclusão no esporte a motor. 

Lewis Hamilton, Mercedes-AMG

Lewis Hamilton, Mercedes-AMG

Photo by: Steve Etherington / Motorsport Images

Piquet, tricampeão da F1, conquistou a coroa com a Brabham em 1981 e 1983 e levantou seu terceiro título com a Williams em 1987.

No momento, não se sabe se a F1 tomará alguma medida contra Piquet após seus comentários, mas poderia restringir seu acesso ao paddock.

A categoria lançou a iniciativa #WeRaceAsOne após o assassinato de George Floyd por policiais em Minneapolis em meio à retomada das corridas na pandemia de Covid-19, em 2020, para aumentar a conscientização sobre questões sociais globais e promover um esporte mais sustentável.

No entanto, o gesto pré-corrida no grid empregado nas temporadas 2020 e 2021, marcado por pilotos ajoelhados contra o racismo, foi deixado de lado para 2022.

Hamilton liderou várias iniciativas para melhorar a diversidade na F1 e no mundo do automobilismo em geral, estabelecendo a Comissão Hamilton para compreender a relativa falta de envolvimento de minorias nas corridas.

Seu relatório, produzido após 10 meses de pesquisa, fez recomendações para melhorar o nível de diversidade entre aqueles que trabalham no automobilismo.

A Mercedes também apresentou seu próprio projeto, o Accelerate 25, ajudando a fornecer iniciativas educacionais direcionadas a pessoas de origens sub-representadas e ajudando-as a desenvolver interesse em carreiras.

F1 dá "passo atrás" com novo motor? Rico Penteado opina

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #183 - O que Alonso poderia fazer hoje em carro de ponta da F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
RETA FINAL: Red Bull passeia em Silverstone? Ferrari e Mercedes são ameaças? Tudo do GP da Grã-Bretanha
Artigo anterior

RETA FINAL: Red Bull passeia em Silverstone? Ferrari e Mercedes são ameaças? Tudo do GP da Grã-Bretanha

Próximo artigo

F1: Massa revela segredo que teve que guardar quando assinou com Ferrari

F1: Massa revela segredo que teve que guardar quando assinou com Ferrari