Fórmula 1 GP do Japão

F1: FIA confirma que Red Bull excedeu limite de gastos em 2021 com “violações menores”

FIA anunciou que sete das 10 equipes do mundial receberam certificado de compliance sobre os limites e regras do teto de gastos da F1

Max Verstappen, Red Bull Racing RB18

Red Bull e Aston Martin foram consideradas culpadas de violar as regras de limite de custos da Fórmula 1 do ano passado, quando a FIA finalmente anunciou o resultado de sua auditoria financeira nesta segunda-feira.

Leia também:

Após intensa especulação desde o GP de Singapura de que dois times gastaram mais do que o limite de US$ 145 milhões em 2021, o órgão regulador do automobilismo publicou formalmente suas descobertas.

Em um comunicado, disse que todas as equipes receberam seus certificados de conformidade, exceto Red Bull, Aston Martin e Williams.

A violação da Williams foi em referência ao envio tardio de arquivos no ano passado, pelo qual a equipe foi multada.

A Aston Martin foi considerada uma violação processual das regras como a Williams, enquanto a Red Bull foi considerada uma violação processual e "menor" de gastos excessivos.

A crença da FIA de que a Red Bull quebrou o limite de gastos ocorre apesar da equipe ter expressado confiança de que o relatório financeiro feito em março passado estava confortavelmente abaixo do limite.

Os regulamentos da F1 estabelecem uma série de opções como punição para as equipes que violarem o limite de custos.

Para uma violação menor, que é inferior a 5% de gastos excessivos, as penalidades variam desde uma reprimenda pública, a uma dedução de pontos do campeonato de construtores ou pilotos, exclusão de eventos, limitações em testes aerodinâmicos ou multa.

Os gastos excessivos da Red Bull levarão a uma maior análise sobre como a FIA lida com o assunto, com várias equipes sugerindo que o assunto será um caso de teste para o sucesso do limite de custos.

Caso a FIA seja dura com a equipe de Milton Keynes, isso pode ser visto como injusto, considerando o quão novos são os regulamentos de limite de custos e como todos estão tentando entendê-los neste estágio.

No entanto, se o corpo diretivo for muito brando, isso poderá abrir a porta para as equipes rivais sentirem que não precisam mais cumprir os limites de gastos.

Não foram divulgados detalhes sobre como a FIA lidará com as violações das regras da Aston Martin e da Red Bull.

Um comunicado disse: "A Administração do Limite de Custos da FIA está atualmente determinando o curso de ação apropriado a ser tomado de acordo com os Regulamentos Financeiros em relação à Aston Martin e Red Bull e mais informações serão comunicadas em conformidade com os Regulamentos".

Após o anúncio, a Red Bull emitiu um comunicado se dizendo surpresa e decepcionada com os resultados.

“Observamos as descobertas da FIA de 'pequenas violações de gastos excessivos dos regulamentos financeiros' com surpresa e decepção. Nosso relatório de 2021 ficou abaixo do limite de gastos, portanto, precisamos revisar cuidadosamente as descobertas da FIA, pois acreditamos que os custos relevantes estão abaixo do valor do limite de 2021. Apesar da conjectura e posicionamento de outros, é claro que há um processo sob os regulamentos com a FIA que seguiremos respeitosamente enquanto consideramos todas as opções disponíveis para nós.”

 

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Marko admite que descobriu título de Verstappen pelo alto-falante do autódromo
Próximo artigo F1: Quais possíveis punições para Red Bull por ter excedido teto de gastos?

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil