F1: FIA punirá na corrida sprint da mesma forma que GP ‘normal’

Michael Masi, diretor de corridas, disse que evento que estreia no próximo fim de semana será tratado como uma corrida comum

F1: FIA punirá na corrida sprint da mesma forma que GP ‘normal’

A FIA usará seu livro de regras para as corridas sprint da Fórmula 1 exatamente da mesma forma que usa para uma prova normal, de acordo com o diretor de corridas Michael Masi.

A F1 vai estrear seu novo formato de fim de semana no GP da Grã-Bretanha, apresentando uma corrida de 100 km na tarde de sábado, no lugar da classificação.

A mudança fará que a classificação vá para a sexta-feira e ela dará a ordem de largada para a ‘mini-prova’, de 17 voltas, no sábado.

Leia também:

O resultado da corrida de curta distância definirá o grid para o GP no domingo. O vencedor marcará oficialmente a ‘pole position’ para o evento, enquanto os três primeiros receberão pontos em uma escala de 3-2-1.

As regras em torno das corridas de curta distância foram aprovadas pelo Conselho Mundial de Esportes a Motor no início desta semana, com Masi confirmando na Áustria que eles estariam distribuindo penalidades e lidando com incidentes na pista exatamente da mesma maneira que um GP normal.

“Se encontrarmos um incidente no qual dois pilotos estão envolvidos, no GP aqui, podemos aplicar uma penalidade de grid para o próximo”, disse Masi.

“Então, penalidades de grid e de tempo, para infrações de condução e assim por diante, essas punições serão aplicadas.”

“O resto dos regulamentos relativos a unidades de potência e assim por diante, que estão sujeitos à aprovação da Comissão de F1 e do Conselho Mundial de Esportes a Motor da FIA no final desta semana, mas serão aplicados de uma forma diferente e com foco na corrida.”

As corridas sprint estão planejadas para durar cerca de 30 minutos, mas Masi confirmou que haveria um tempo máximo geral implementado caso houvesse uma bandeira vermelha, semelhante ao funcionamento da regra nos GPs.

“A única coisa que realmente mudou é a duração”, disse Masi. “Obviamente, a sprint tem uma duração ideal de 30 minutos e o tempo máximo é de 60 ou 90 minutos - não consigo me lembrar de cara.”

“Mas, efetivamente existe algo que foi adicionado a isso, caso tenhamos uma suspensão que for considerada necessária.”

Silverstone realizará a primeira de três corridas sprint planejadas na F1 este ano como parte de um teste que pode ver o formato ser expandido no futuro, dependendo de seu sucesso.

Masi sentiu que era importante para todas as equipes e pilotos terem “uma mente completamente aberta” ao abordar as corridas, no caso de brechas ou incidentes surgirem que possam levar a ajustes futuros.”

“Depois do primeiro evento, vamos revisar internamente e ver o que funcionou, o que não funcionou e outras áreas que precisam ser aprimoradas”, disse Masi.

“Com todos os envolvidos, é algo novo para todos nós, especialmente na F1. Os regulamentos têm sido tradicionalmente estruturados em um formato muito específico e em torno de um GP que ocorre sem uma corrida de sprint acontecendo.”

“Então, todos estão bastante abertos e disseram que todos nós só precisamos trabalhar juntos e ver o que aparece.”

SAIBA como marca de CAMISINHAS impediu TRANSMISSÃO da guerra LAUDA vs HUNT na Inglaterra há 45 anos

PODCAST: Qual é o tamanho da temporada de Norris até agora?

 

 

.

 

 

 

 

 

compartilhar
comentários
F1- Corridas sprint: entenda como o novo formato de fim de semana irá funcionar
Artigo anterior

F1- Corridas sprint: entenda como o novo formato de fim de semana irá funcionar

Próximo artigo

F1: Schumacher revela motivo de ‘espionagem’ a rivais após corridas

F1: Schumacher revela motivo de ‘espionagem’ a rivais após corridas
Carregar comentários