Fórmula 1 GP de São Paulo

F1: Haas confirma saída de Schumacher e anuncia Hulkenberg para 2023

Equipe norte-americana é uma das últimas a confirmar dupla para a próxima temporada

Nico Hulkenberg, Aston Martin

A Haas anunciou na madrugada desta quinta-feira a saída de Mick Schumacher no fim deste ano e confirmou que Nico Hulkenberg se juntará ao time norte-americano para a próxima temporada de Fórmula 1. Ele terá como companheiro Kevin Magnussen, que se juntou ao esquadrão neste ano em um contrato de dois anos, substituindo o russo Nikita Mazepin.

Leia também:

Pelas redes sociais, Mick e Haas se pronunciaram sobre o fim da 'parceria' de dois anos. O piloto alemão deixou claro que estava chateado com a decisão do time em não contar com ele para o próximo ano, mas também evidenciou que estava mais empenhado do que nunca para retornar a um assento como titular no grid.

"Esta será minha última corrida com a Haas F1 Team. Não quero esconder o fato de que estou muito desapontado com a decisão da não renovação do nosso contrato. Eu gostaria de agradecer a Haas e a Ferrari por me darem essa oportunidade. Estes anos juntos me ajudaram tanto tecnicamente quanto pessoalmente. E, especialmente quando as coisas ficavam difíceis, eu me dava conta do quanto eu amo esse esporte."

"Foram dias instáveis, mas eu continuei melhorando, aprendi muito e agora tenho certeza de que mereço um lugar na Fórmula 1. Este assunto não está encerrado para mim. Contra tempos só te fazem mais forte. Meu sangue ferve pela Fórmula 1 e eu lutarei firmemente para voltar ao grid."

 

E não foi preciso esperar muito tempo para que o anuncio de Nico Hulkenberg fosse efetuado. Hulkenberg, de 35 anos de idade, exerceu o papel de piloto reserva da Aston Martin em 2022, fazendo as duas primeiras corridas do ano – Bahrein e Arábia Saudita – por causa da ausência de Sebastian Vettel, que não correu por ter testado positivo para a Covid-19. O melhor resultado de Hulk foi o 12º lugar em Jeddah.

A última temporada completa do alemão foi em 2019, quando correu pela Renault. No ano anterior, também pela equipe francesa, Hulkenberg conseguiu sua melhor colocação em um campeonato da F1, com o sétimo lugar, somando 69 pontos.

Hulkenberg tem o incomodo ‘título’ de piloto da F1 com o maior número de provas sem chegar ao pódio, apesar de já ter uma pole position na carreira, conquistada em Interlagos, em 2010, ano de estreia na categoria.

Em 2015, correndo na F1, Hulkenberg conquistou a vitória nas 24 Horas de Le Mans com a Porsche, se tornando o último piloto que conquistou um triunfo em uma das provas da Tríplice Coroa do automobilismo, competindo em uma temporada da F1 ao mesmo tempo.

  • TELEMETRIA: RICO PENTEADO comenta TRETA na Red Bull e fala de FAVORITOS em Abu Dhabi

    Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

    Podcast Motorsport.com debate 'treta' entre Verstappen e Pérez no GP de São Paulo

     

    ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Ingressos para GP de São Paulo de 2023 se esgotam em menos de duas horas
Próximo artigo F1: Além de Vettel, saiba quem se despedirá no GP de Abu Dhabi

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil