F1 - Horner acredita que seis equipes podem estourar teto orçamentário de 2022

Segundo o chefe da Red Bull, rivais expressaram preocupação com o tema em reuniões

Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing

Após o fim da novela envolvendo Red Bull e Aston Martin sobre o regulamento financeiro da Fórmula 1 em 2021, os olhares do paddock já começam a se virar para o teto de 2022. E para Christian Horner, mais equipes podem estar na mira da FIA, com até seis podendo gastar além dos 140 milhões de dólares permitidos.

Red Bull e Aston assinaram o Acordo de Violação Aceita, concordando com a violação do regulamento financeiro e aceitando a penalização imposta pela FIA. No caso da Red Bull, Horner disse ter assinado o documento "pelo bem da F1", evitando que o caso se arrastasse.

Leia também:

A equipe austríaca foi penalizada com 7 milhões de euros e uma redução de 10% dos testes aerodinâmicos pelos próximos 12 meses, algo que Horner classificou como "pesada" e "draconiana".

El ganador Max Verstappen y Red Bull celebran el título de constructores 2022 de F1

A Red Bull insistiu que o gasto foi destinado a salários, baixas laborais, alimentação, indenizações e mais. Já a FIA deixou claro não haver indícios de ação de má fé de parte da equipe austríaca.

Por outro lado, enquanto a Red Bull acredita que não terá problemas para cumprir o teto de 2022, ela acha que as rivais podem não ter vida fácil: "A situação em 2022 é tal, que seis equipes podem ultrapassar o teto orçamentário ao mesmo tempo".

"O preço da energia subiu exponencialmente, mas felizmente isso não nos impede. Muitas equipes falaram sobre isso nas reuniões da Comissão da Fórmula 1, e existe a possibilidade de que alguns superem o teto orçamentário neste ano".

"E não acredito que iremos extrapolar o teto em 2022, mas nossa sanção cria um precedente para o futuro. Apesar de violarmos em apenas 0,37%, tivemos a sanção do teto orçamentário. A Federação adotou uma postura firme nesse assunto para deixar claro que qualquer infração será tratada com seriedade".

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate se punição à RBR 'saiu barato': o 'crime compensa' na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Alpine desconversa sobre 'status de pilotos' e pede profissionalismo de Gasly e Ocon
Próximo artigo Veja homenagem a Hamilton, cidadão honorário do Brasil, na Câmara

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil