F1: Leclerc responde sobre prioridade a pilotos na Ferrari e fala de Binotto

Monegasco tentou minimizar sugestões de que clima na equipe italiana ficou ruim após Silverstone

F1: Leclerc responde sobre prioridade a pilotos na Ferrari e fala de Binotto
Carregar reprodutor de áudio

Charles Leclerc buscou minimizar a polêmica que ficou no ar sobre a estratégia da Ferrari no GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1. Segundo o piloto, o time italiano já realizou algumas mudanças nos últimos dias, mas negou que existe um clima ruim em Maranello, falando ainda sobre a situação de Mattia Binotto.

Em Silverstone, a Ferrari fez uma grande confusão com sua estratégia na reta final, não trazendo Leclerc aos boxes para trocar pneus, enquanto pediu para Carlos Sainz que deixasse o monegasco abrir para evitar um ataque na relargada, o que foi negado pelo espanhol, que sofria pressão de Lewis Hamilton.

Leia também:

Após a corrida, os dois pilotos demonstraram insatisfação com as decisões da equipe, cobrando revisão de protocolos e respostas. Em entrevista ao Motorsport.com no dia de mídia da F1 na Áustria, Leclerc foi questionado sobre os dias que se passaram desde a polêmica de Silverstone e como ele analisa a situação após a poeira baixar.

"Nós analisamos a estratégia, obviamente. E há definitivamente coisas que poderíamos ter feito melhor. Porque, obviamente, éramos primeiro e segundo e terminamos primeiro e quarto. Então sabemos onde que cometemos erros. E espero que possamos crescer a partir disso".

Uma dúvida que ficou sobre as atitudes da Ferrari no GP é se o time italiano pode começar a priorizar pilotos ao longo do fim de semana, o que Leclerc tentou desviar: "Isso eu não sei. E não é minha função falar sobre isso. Estou focando apenas em meu trabalho, tentando fazer o melhor na pista".

Após o fim de semana, viralizou nas redes sociais uma imagem de Leclerc e Mattia Binotto, chefe da Ferrari, saindo de um restaurante em Mônaco, e o piloto aproveitou para explicar a cena.

"Obviamente houve muitas conversas sobre esses eventos. Em um primeiro momento, ele estava bem bravo comigo após Silverstone, porque me viu muito decepcionado, o que ele entendeu. Mas ele queria ter certeza de que eu estava ok, e que eu havia entendido que eu havia feito um ótimo trabalho considerando a situação que eu estava após o safety car".

Mesmo assim, a repercussão dos rádios de Leclerc e Sainz na reta final da corrida seguem em alta, com Binotto sendo duramente criticado por mais um erro de estratégia da Ferrari. O monegasco tentou jogar panos quentes na situação, minimizando o que foi dito na semana passada.

"Há muita adrenalina a partir do momento que você entra no carro, e você sempre tenta controlar o máximo possível. Mas, obviamente, algumas vezes você fica desapontado e precisa falar. Nunca houve um pedido meu dizendo algo".

"Mas você sempre tenta conter isso como piloto, porque eu sei que, tudo que eu digo pode ser colocado em proporções muito maiores. E não é isso que eu quero em uma situação do tipo".

Leclerc ainda finalizou minimizando rumores de que o clima tenha pesado na Ferrari depois de Silverstone.

"Isso não é verdade. E eu não gostaria de entrar muito sobre isso, não gostaria de lutar por esse tipo de coisa. Somos muito unidos. Há uma decepção após a última corrida por terminarmos em primeiro e quarto? Sim, há".

"Ficamos felizes pela primeira vitória de Carlos? Sim, honestamente. Mas, obviamente, antes do safety car, éramos primeiro e segundo,. Então há um pouco de decepção sim. Mas isso não criou nenhum tipo de divisão dentro da equipe. Isso com certeza".

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #185 - Ainda há quem resista ao halo após mais duas vidas salvas?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Hamilton chama Horner de “aquele cara” após críticas de chefe da Red Bull à estratégia da Mercedes em Silverstone
Artigo anterior

F1: Hamilton chama Horner de “aquele cara” após críticas de chefe da Red Bull à estratégia da Mercedes em Silverstone

Próximo artigo

F1: Verstappen ironiza indireta de Hamilton em Silverstone: "Rude"

F1: Verstappen ironiza indireta de Hamilton em Silverstone: "Rude"