F1: Marko rebate Mercedes sobre polêmica com asas flexíveis: "Wolff disse a Lewis para criar um clima"

Consultor da Red Bull disse que equipe está tranquila e que carro passará sem problemas pelos novos testes

F1: Marko rebate Mercedes sobre polêmica com asas flexíveis: "Wolff disse a Lewis para criar um clima"

A semana da Fórmula 1 após o GP da Espanha está sendo marcada por um novo campo de batalha no embate entre Mercedes e Red Bull pelos títulos de 2021, envolvendo as polêmicas asas flexíveis. E o consultor Helmut Marko disse que a equipe austríaca está calma com o caso, acusando Toto Wolff, chefe da Mercedes, de pedir a Lewis Hamilton para "criar um clima".

Tudo começou após a classificação do sábado, quando o heptacampeão sugeriu que a Red Bull poderia estar ganhando performance com a flexibilidade de sua asa traseira nas retas em entrevista à Sky Sports F1.

Leia também:

“Os Red Bulls são muito rápidos nas retas. Eles têm essa asa flexível na parte de trás do carro que colocaram hoje e ganharam pelo menos três décimos com essa asa. Portanto, eles serão mais rápidos nas retas do que nós e será difícil mantê-los para trás. Mas isso não significa que será impossível".

O chefe da Red Bull, Christian Horner, disse que já havia conversado com Toto Wolff, da Mercedes, sobre esse assunto, afirmando inclusive que o comentário não deve ter partido de Hamilton, mas que a FIA estava satisfeita com a asa traseira da equipe.

“Eu vi os comentários. É claro que os carros são examinados minuciosamente e há testes de recuo, e há todos os tipos de testes diferentes em que ele precisa passar. A FIA está completamente satisfeita com o carro, que passou em todos os testes que são bastante rigorosos".

“Mas é algo que Toto mencionou para mim anteriormente. Duvido que tenha sido a opinião de Lewis, então provavelmente veio de outro lugar".

Em entrevista ao portal F1-Insider, Marko ecoou os comentários de Horner, afirmando que a Red Bull está calma com o caso, também acusando Hamilton de seguir ordens de Wolff.

"Toto disse isso a Lewis para criar um clima", disse Marko. "Mas estamos tranquilos. Fomos aprovados em todos os testes anteriores e continuaremos passando nos próximos".

"Isso apenas mostra o quão sério a Mercedes encara nosso trabalho. Se voltarmos para o lado psicológico, esperaria um pouco mais da parte deles".

Os novos testes aos quais Marko se referem tem a ver com a nota que a FIA escreveu às equipes nesta semana, afirmando que está preocupada com o fato de algumas estarem explorando designs que passam em testes estáticos mas que flexionam sob alta velocidade.

Na nota, cuja a qual o Motorsport.com teve acesso a uma das cópias, a FIA diz que está ciente dos designs que cumprem os testes atuais mas "mesmo assim exibem deflexão excessiva enquanto os carros estão em movimento".

"Acreditamos que tais deformações têm uma influência significativa na performance aerodinâmica do carro".

Os novos testes incluirão limitar a rotação da asa traseira a apenas um grau além de seu eixo normal quando forças de 750N são aplicadas de forma traseira e horizontal. Outro teste, envolvendo um downforce vertical de 1000N, permitirá também apenas um grau de rotação.

A expectativa é que os testes limitarão a possibilidade das equipes irem além do limite com designs inteligentes que se movem quando estão na pista, de um modo que não é checado atualmente quando o carro está parado.

F1: TRETA de MERCEDES e RED BULL ganha novo capítulo após BRONCA de Hamilton; entenda ASA FLEXÍVEL

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #104 – Mercedes x Red Bull já pode ser considerada uma das maiores rivalidades da F1?

 

compartilhar
comentários
F1: FIA avaliou remoção da chicane final em Barcelona

Artigo anterior

F1: FIA avaliou remoção da chicane final em Barcelona

Próximo artigo

F1: Mercedes revela que Verstappen não é a única opção como sucessor de Hamilton

F1: Mercedes revela que Verstappen não é a única opção como sucessor de Hamilton
Carregar comentários