F1: Pérez diz que conversa com “um par de equipes” para 2021

compartilhar
comentários
F1: Pérez diz que conversa com “um par de equipes” para 2021
Por:

Mexicano procura nova equipe para próxima temporada, depois de ser preterido na Racing Point

Sergio Pérez reconhece ter tido conversas com duas equipes para a próxima temporada e espera saber na próxima semana "o que é uma opção realista e o que não é."

Há duas semanas foi confirmado que "Checo" Pérez não vai continuar no próximo ano com a Racing Point, com seu lugar sendo ocupado por Sebastian Vettel, que imediatamente colocou o mexicano no mercado de pilotos em 2021.

Leia também:

Pérez tinha dito que só tem interesse em continuar na Fórmula 1 com um pacote que lhe permita ser competitivo e que se não o encontrar avaliaria ir para outra categoria.

Nesta quinta-feira (25), em Sochi, o piloto de Guadalajara disse que já conversou com duas equipes para a próxima temporada.

"Houve contato com um par de equipes e conversas. Acho que na próxima semana saberei exatamente o que é uma opção realista e o que não é. Mas, obviamente, isso é algo que vou manter entre as equipes e eu. Acho que todos eles merecem respeito. Eles têm pilotos atualmente, eles têm discussões em andamento. É algo que definitivamente vou manter para mim ", disse ele.

Entende-se que as opções mais fortes para Pérez residem na Haas e a Alfa Romeo, que aguarda uma definição de Kimi Raikkonen sobre seu futuro.

Questionado sobre o quão forte é seu desejo de permanecer na Fórmula 1, Pérez respondeu: "Muito forte. Eu amo o que faço. Depois de um fim de semana, se você tiver um bom fim de semana é a melhor sensação. Se você tiver um fim de semana ruim, é o pior. A vontade está aí, eu quero continuar, mas tenho que ter certeza de que encontro o projeto certo, não só continuar.”

“Preciso dessa motivação para continuar, para treinar, para dar 100% em cada volta que faço. Tenho que me certificar de que sou capaz de realizar esse projeto, o projeto que me motiva. Se não, não vou continuar”, insistiu.”

Pérez também foi questionado se guardava rancor de Vettel por ocupar seu lugar em Racing Point, que será rebatizado de Aston Martin em 2021.

“Sim, eu odeio o Sebastian!”, brincou Pérez antes de continuar sério: “Não, obviamente não tenho nada contra o Seb. Ele é um grande cara, um ótimo piloto, e acho que ele vem para uma equipe fantástica, um time que eu gostaria de ter ficado porque eu sei como eles estão bem, especialmente para o próximo ano."

"Acho que, obviamente, quando você não consegue o resultado que deseja, você vai ficar desapontado, mas estou neste negócio há muito tempo e entendo as decisões por trás disso. Portanto, não há ressentimentos.”

Todas as notícias sobre o GP da Rússia da F1 você acompanha no site do Motorsport.com e em nosso canal no YouTube. Fique por dentro de todas as novidades e análises e confira nossos programas e vídeos!

Entenda como Lawrence Stroll passou de 'papai de piloto pagante' a homem-forte na Fórmula 1

PODCAST: Qual é o limite de Max Verstappen na Red Bull?

 

Pérez: clima com a Racing Point agora está “totalmente limpo”

Artigo anterior

Pérez: clima com a Racing Point agora está “totalmente limpo”

Próximo artigo

F1: Hamilton dá o troco em Bottas e lidera último treino livre para o GP da Rússia

F1: Hamilton dá o troco em Bottas e lidera último treino livre para o GP da Rússia
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Rússia
Autor Federico Faturos