F1 pode trazer de volta treinos livres de 90 minutos em 2022 - confira como seria um fim de semana de GP

Mudanças no regulamento preveem menos atividades no paddock e mais trabalho em pista, com TL1 e TL2 de maior duração

F1 pode trazer de volta treinos livres de 90 minutos em 2022 - confira como seria um fim de semana de GP
Carregar reprodutor de áudio

Além do novo regulamento técnico, a Fórmula 1 também terá outras mudanças importantes na temporada que incluem finais de semana mais 'compactos'. Para se adaptar ao longo calendário de 2022 - o maior da história - a categoria deve reduzir as atividades no paddock e aumentará a duração do TL1 e TL2 para 90 minutos, segundo informações do jornalista Dieter Rencken, repórter do portal RacingNews365.

Em vez dos trabalhos começarem na quinta-feira de manhã - quarta-feira no caso de Mônaco - o início será agora na sexta. As equipes terão compromissos burocráticos e com a mídia até a hora do primeiro treino, estipulado para começo às 13h do horário local (geralmente às 9h no horário de Brasília, dependendo do fuso-horário), com o segundo marcado para, no mínimo, duas horas depois e ambos com 1h30 de duração.

Leia também:

O regulamento revisado diz: "Uma nova sessão de treinos livres (TL3), com duração de uma hora e início não inferior a dezessete horas e meia após o final do TL2, ocorrerá no dia anterior à corrida. A classificação será disputada no dia anterior à prova e iniciará não menos de duas horas após o final do TL3".

Ou seja, a estrutura dos treinos segue a tradicional, com o TL3 no mesmo dia da qualificação e os dois primeiros na sexta-feira. Para os fãs, a redução de atividades no paddock significa o fim das caminhadas no pitlane, mas o regulamento determina que os pilotos devem participar das interações previstas no dia, como a sessão de autógrafos de sábado.

"Dentro de um período de uma hora terminando não mais que a 1h30 antes do TL3, todos os pilotos devem estar disponíveis para as atividades com fãs por um período máximo de 15 minutos cada dentro de uma hora", de acordo com as regras revisadas.

Não há mudanças no formato da classificação - que mantém Q1 de 18 minutos, Q2 de 15 e Q3 de 12, com a corrida sprint em eventos selecionados - e dos GPs, determinados a iniciar com ao menos quatro horas de antecedência antes do pôr do sol - com exceção, é claro, das corridas noturnas.

Confira como ficaria o final de semana da F1 com as mudanças previstas (no horário local do país sede do GP)

Sexta-feira

09h: Compromissos com a mídia, documentação e verificação
13h-14h30: TL1
15h-16h: Sessão de mídia com representantes das equipes
17h-18h30: TL2
19h: Mídia e briefings

Sábado

09h-10h30: Interação dos pilotos com os fãs e sessão de autógrafos, mínimo de 15 minutos por equipe
12h-13h: TL2
15h-16h: Treino classificatório
17h: Mídia e briefings

Domingo

13h30: Desfile dos pilotos
15h: Largada do GP
18h: Mídia

TELEMETRIA DE FÉRIAS: RICO PENTEADO fala tudo sobre NOVO CARRO DA F1 que estreia em 2022

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #157 - Sucesso da F1 na Band e destaques de 2021: entrevista com editor Fred Sabino

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1 - Prost saiu da Alpine por se sentir "deixado de lado" e detona CEO: "Rossi quer os holofotes para si"
Artigo anterior

F1 - Prost saiu da Alpine por se sentir "deixado de lado" e detona CEO: "Rossi quer os holofotes para si"

Próximo artigo

F1: Diferente de Hamilton, Russell já testou novo carro da Mercedes no simulador

F1: Diferente de Hamilton, Russell já testou novo carro da Mercedes no simulador
Carregar comentários