F1: Por escassez de mão de obra, GP da Austrália não deve ter recorde de público

Categoria retornará a Melbourne pela primeira vez desde 2019 e deve receber muitos fãs, mas sem alcançar marca histórica de 1996

Valtteri Bottas, Mercedes AMG W10

Sam Bloxham / Motorsport Images

A escassez de mão de obra relacionada à pandemia de Covid-19 impedirá o GP da Austrália de atingir público recorde no GP de Fórmula 1 do próximo mês, mesmo com a venda de ingressos em alta: sábado e domingo estão totalmente esgotados.

Quinta e sexta-feira também seguem lotando rapidamente, com os fãs motivados pela volta da categoria à Melbourne após dois anos de ausência e em um circuito de Albert Park revisado pela primeira vez. No entanto, a Australian Grand Prix Corporation reiterou que não haverá recorde de espectadores no dia da corrida. A atual marca é de 154.000, atingida na prova inaugural da cidade em 1996.

Leia também:

A restrição se deve a um limite de capacidade de cerca de 130.000 que foi auto-imposto pela Australian Grand Prix Corporation para garantir que a qualidade do evento não seja comprometida pela escassez de mão de obra sentida em todo o país.

"Esperamos ter uma das maiores multidões agregadas da história do evento", disse o CEO da AGPC, Andrew Westacott. "Não superaremos os números de 1996, mas esperamos ter a segunda ou terceira maior participação em um domingo e possivelmente a maior em um sábado e uma sexta-feira.

"Talvez isso também mude para quinta-feira, à medida que nos aproximamos do evento."

Aerial over Albert Park

Aerial over Albert Park

Photo by: Zak Mauger / Motorsport Images

Westacott acrescentou que a escassez de mão de obra era evidente no recrutamento de staff, que normalmente já estaria completo, mas este ano seguirá até a véspera do GP.

"Uma das coisas, em discussões recentes com nossos três fornecedores de hospitalidade, é que estamos bem no momento [em termos de número de funcionários]", explicou. "No entanto, à medida que os números sobem, normalmente já teríamos a força de trabalho concluída de 16 a 20 dias."

"O que estamos descobrindo agora é que o recrutamento deve ir até o evento, daí a razão pela qual estamos limitando o público esperado para entre 125 e 130 mil, [assim] as experiências que teremos serão de primeira classe."

"Queremos garantir que as entregas de serviço estejam de acordo com os padrões esperados da F1 e por todos os que estiverem lá."

A escassez de mão de obra tem sido um problema em eventos esportivos durante a pandemia e voltou aos holofotes durante a rodada de abertura da temporada da Liga Australiana de Futebol no último fim de semana.

O Melbourne Cricket Ground foi particularmente atingido com os fãs deixados em enormes filas para comida e bebida durante os jogos no famoso local.

O Ministro do Esporte, Turismo e Grandes Eventos de Victoria, Martin Pakula, disse estar confiante de que a situação do MGC poderia ser evitada, mas ainda pediu aos trabalhadores interessados ​​que entrem em contato com a AGPC.

"O que aprendemos é que há escassez de mão de obra em toda a economia e estamos fazendo o que podemos para tentar garantir que tenhamos funcionários suficientes", disse ele. "O fato é que a falta de estudantes internacionais e portadores de visto qualificados está tornando a falta de pessoal em algo com o qual temos que lidar."

"O que eu diria para as pessoas que podem estar procurando por algumas horas adicionais: você não terá um lugar mais empolgante para trabalhar do que aqui em [Albert Park] durante a semana da corrida."

"A escassez de mão de obra é um problema real. Não esperávamos nada parecido com o que aconteceu no futebol, mas não há dúvida de que é desafiador."

O GP da Austrália de 2022 está marcado para a semana dos dias 7 a 10 de abril.

CUTUCADA em Verstappen? Wolff DESTOA de Max e fala de Red Bull ZERADA: Não desejo MÁ SORTE a ninguém

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #168 - 'Volta' da Ferrari incendeia ainda mais disputa da F1 em 2022?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1 planeja conversas com Netflix e pilotos sobre Drive to Survive; entenda imbróglio
Próximo artigo F1 - Hamilton não espera pedido de desculpas da FIA por Abu Dhabi: "Sabemos como as coisas são"

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil