F1 - Red Bull: Pérez teria chegado em Alonso sem safety car virtual

Mesmo assim, Christian Horner fica feliz pelo fato da equipe ter pontuado mais que a rival, mesmo em um final de semana de domínio da Mercedes

F1 - Red Bull: Pérez teria chegado em Alonso sem safety car virtual

Fernando Alonso e Sergio Pérez protagonizaram a batalha que marcou o final do GP do Catar de Fórmula 1, com o espanhol levando a melhor e voltando ao pódio após sete anos. Mas segundo Christian Horner, chefe da Red Bull, o mexicano teria alcançado o bicampeão e lutado pela terceira posição se não fosse o acionamento do safety car virtual nas voltas finais da prova.

Pérez havia sido chamado aos boxes pela Red Bull quando ocupava a terceira posição para uma segunda troca de pneus, na volta 41 de 57, voltando cerca de 20 segundos atrás do espanhol, que assumiu a colocação. Mas o mexicano tinha pela frente alguns carros para passar.

Leia também:

Ele ultrapassou Lance Stroll e Esteban Ocon, e voltou para a quarta posição quando Lando Norris precisou parar devido a um furo no pneu. Com pista livre, Checo tinha que recuperar ainda nove segundos quando o safety car virtual foi acionado para a remoção da Williams de Nicholas Latifi.

A neutralização se manteve até a penúltima volta, e Pérez fez de tudo para se aproximar, mas a prova acabou antes disso, e o mexicano ficou a 2s849 de Alonso, que terminou com a terceira posição, marcando seu primeiro pódio na F1 desde o GP da Hungria de 2014.

Questionado pela Sky Sports F1 porque Pérez foi chamado para uma segunda parada em vez de priorizar a posição de pista, Horner disse: 'Pudemos notar que o desgaste de pneus era alto e ficamos preocupados após o que aconteceu com Valtteri [Bottas]; Não tivemos a posição na pista, mas sentimos que o risco era muito alto".

O chefe da equipe acredita que, se não fosse a intervenção do safety car virtual, que obriga todos os pilotos a reduzirem a velocidade mas mantendo suas distâncias na pista, Pérez teria chegado em Alonso.

"Acredito que sem esse safety car, Pérez teria chegado junto de Fernando na última volta. Mas parabéns a Fernando, é muito bom vê-lo lá em cima de novo".

Por último, Horner valorizou o fato de que a Red Bull conseguiu reduzir a distância que a Mercedes tem no Mundial de Construtores mesmo em um final de semana de superioridade dos rivais.

"Acho que estamos a cinco pontos. Assim são oito a mais entre os pilotos, cinco a menos nos construtores. É muito apertado. São apenas dois finais de semana e tudo segue aberto. Assim que voltarmos à fábrica, vamos trabalhar duro, melhorar o carro como pudermos para essa nova pista e ver o que podemos fazer".

Verstappen CAMPEÃO já na Arábia? Hamilton OCTA com FACILIDADE? Veja MATEMÁTICAS DO TÍTULO da F1 2021

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #148: O jogo virou a favor da Mercedes? Quem é o favorito ao título?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: McLaren: Rodada tripla foi "dolorosa" com apenas quatro pontos conquistados
Artigo anterior

F1: McLaren: Rodada tripla foi "dolorosa" com apenas quatro pontos conquistados

Próximo artigo

F1: Kubica segue como piloto reserva da Alfa Romeo em 2022

F1: Kubica segue como piloto reserva da Alfa Romeo em 2022
Carregar comentários