Relato da corrida
Fórmula 1 GP de Singapura

F1: Sainz segura Norris para vencer em Singapura; Hamilton 'herda' pódio após batida de Russell, e Verstappen é quinto

As voltas finais do GP entregaram o grande momento deste domingo, com os quatro primeiros colocados em condição de brigar pela vitória

Carlos Sainz, Ferrari SF-23, heads to the grid

A Fórmula 1 entregou um GP de Singapura morno, mas com um grande final, graças à disputa aberta pela vitória. E em uma prova com os pilotos controlando o ritmo pensando no desgaste de pneus, Carlos Sainz converteu a pole em seu segundo triunfo na categoria, ficando na liderança quase que do início ao fim.

Lando Norris Lewis Hamilton foram segundo e terceiro colocados após George Russell bater na última volta. Completaram o top 10: Charles Leclerc, Max Verstappen, Pierre Gasly, Oscar Piastri, Sergio Pérez, Liam Lawson e Kevin Magnussen

Leia também:
 

Para a saída, tivemos estratégias distintas de pneus. Pole e segundo colocado, Sainz e Russell optaram pelos médios, com Leclerc indo de macios, enquanto Verstappen, em 11º, foi de duros.

Na largada, Russell largou mal, permitindo que Leclerc assumisse a segunda posição atrás de Sainz, enquanto Hamilton também aproveitava para superar o companheiro de equipe, mas isso após uma escapada da pista, devolvendo o P3 na sequência. Lá atrás, Tsunoda abandonava após um entrevero com Pérez.

 

Com isso, após duas voltas, Sainz liderava com 1s2 para Leclerc, que tinha Russell a menos de 1s. Hamilton vinha na sequência com Norris em sua cola. Alonso, Ocon, Magnussen, Verstappen e Hulk completavam o top 10.

O pneu macio de Leclerc começou a falar mais alto, e o monegasco se aproximava de Sainz, baixando a diferença para 0s6 e abrindo 1s8 para Russell. Mais atrás, Verstappen finalmente ultrapassava Magnussen após ficar algumas voltas tentando avançar pra cima do dinamarquês.

 

Quando a corrida entrava na 15ª volta, concluindo o primeiro quarto de prova, Sainz seguia na ponta, já com 2s3 de diferença para Leclerc. A tirada de pé do monegasco, sob orientação da equipe, permitiu uma aproximação de Russell, Norris e Hamilton. Já Alonso vinha em sexto, mas a 3s5 do heptacampeão, enquanto Verstappen era o oitavo e Pérez o 13º.

Pelo rádio, Leclerc foi orientado pela equipe a dar um jeito de aumentar a diferença de Sainz para 5s, visando concretizar a estratégia empregada pela Ferrari.

 

Na volta 20, o SC foi acionado pela direção de prova após um toque de Sargeant na barreira de proteção. Mesmo com o americano sair e voltar aos boxes, o carro foi colocado na pista para a remoção dos detritos. Isso levou quase todo mundo aos boxes.

Na relargada, na volta 23, Sainz se mantinha na ponta, agora com Verstappen em segundo já que o holandês não parou. Russell era o terceiro, com Pérez em quarto, Norris em quinto. Leclerc caiu para sexto após um erro da Ferrari nos boxes, com Hamilton em sétimo.

Enquanto Sainz conseguiu sair sem maiores problemas, Verstappen se viu pressionado por Russell, que ultrapassou para reassumir a segunda posição, enquanto Hamilton passava Leclerc e pressionava Pérez pela quinta colocação.

Com um ritmo melhor, Russell se aproximou de Sainz, podendo abrir o DRS. Já a dupla da Red Bull sofria com o carro e com os pneus mais velhos, e começaram a perder posições.

 

Quando a prova chegava à metade, na volta 31 de 62, Sainz tinha 1s para Russell, podendo respirar na frente. Mas o britânico tinha Norris e Hamilton em sua cola, a menos de 1s cada. Leclerc era o quinto, já a 2s, com Verstappen em sexto e Pérez em sétimo, sem ter como acompanhar o ritmo.

Com a dificuldade de ultrapassar, aos poucos foi-se formando um trem que envolvia os cinco primeiros colocados, separados por pouco mais de 5s. Mais atrás, Pérez, Ocon e Alonso travavam uma disputa intensa pela sétima posição.

Verstappen e Pérez finalmente foram aos boxes na volta 41 de 62, colocando pneus médios e voltando em 15º e 18º, respectivamente. Pouco depois, tivemos um SC Virtual, após Ocon abandonar com problemas no motor. Dos ponteiros, apenas Russell e Hamilton pararam para colocar médios, voltando em 4º e 5º, a 13s de Leclerc.

 

A dez voltas do fim, Sainz tinha 1s5 para Norris, que abria 4s7 para Leclerc. Já o monegasco começava a olhar nos retrovisores. Em cerca de oito voltas, Russell e Hamilton reduziam a diferença de 15s para apenas 2s. Já Verstappen era o oitavo e Pérez o 13º.

Sem ter como segurar, Leclerc foi presa fácil para Russell e Hamilton, e a dupla da Mercedes rapidamente iniciou a caça a Norris, que estava 5s à frente. A cinco voltas do fim, os quatro primeiros colocados estavam separados por menos de 1s cada, deixando a briga aberta pela vitória.

Na última volta, Russell acabou tendo problema com os freios, passou reto e acabou batendo, deixando a última posição do pódio no colo de Hamilton.

No final, Carlos Sainz converteu a pole em vitória no GP de Singapura, com Lando Norris e Lewis Hamilton completando o pódio. Fecharam o top 10:  Charles Leclerc, Max Verstappen, Pierre Gasly, Oscar Piastri, Sergio Pérez, Liam Lawson e Kevin Magnussen.

A Fórmula 1 volta a acelerar já no próximo fim de semana com o GP do Japão, 16ª etapa da temporada 2023. No Motorsport.com você acompanha a cobertura completa da principal categoria do automobilismo mundial.

 
 
         
Driver Info
 
 
 
   
Cla Piloto # Voltas Tempo Intervalo km/h Pits Pontos Abandono Chassi Motor
1 Spain C. Sainz Jr. Ferrari 55 62 -     1 25   Ferrari Ferrari
2 United Kingdom L. Norris McLaren 4 62 +0.812 0.812   1 18   McLaren Mercedes
3 United Kingdom L. Hamilton Mercedes 44 62 +1.269 0.457   2 16   Mercedes Mercedes
4 Monaco C. Leclerc Ferrari 16 62 +21.177 19.908   1 12   Ferrari Ferrari
5 Netherlands M. Verstappen Red Bull Racing 1 62 +21.441 0.264   1 10   Red Bull Red Bull
6 France P. Gasly Alpine 10 62 +38.441 17.000   1 8   Alpine Renault
7 Australia O. Piastri McLaren 81 62 +41.479 3.038   1 6   McLaren Mercedes
8 Mexico S. Perez Red Bull Racing 11 62 +54.534 13.055   1 4   Red Bull Red Bull
9 New Zealand L. Lawson AlphaTauri 40 62 +1'05.918 11.384   1 2   AlphaTauri Red Bull
10 Denmark K. Magnussen Haas F1 Team 20 62 +1'12.116 6.198   2 1   Haas Ferrari
11 Thailand A. Albon Williams 23 62 +1'13.417 1.301   2     Williams Mercedes
12 China G. Zhou Alfa Romeo 24 62 +1'23.649 10.232   2     Alfa Romeo Ferrari
13 Germany N. Hulkenberg Haas F1 Team 27 62 +1'26.201 2.552   1     Haas Ferrari
14 United States L. Sargeant Williams 2 62 +1'26.889 0.688   2     Williams Mercedes
15 Spain F. Alonso Aston Martin Racing 14 62 +1'27.603 0.714   2     Aston Martin Mercedes
16 United Kingdom G. Russell Mercedes 63 61       2   Acidente Mercedes Mercedes
dnf Finland V. Bottas Alfa Romeo 77 51       1   Abandono Alfa Romeo Ferrari
dnf France E. Ocon Alpine 31 42       1   Abandono Alpine Renault
dnf Japan Y. Tsunoda AlphaTauri 22 0           Colisão AlphaTauri Red Bull

SAINZ SEGURA NORRIS, RUSSELL BATE! Rico Penteado e Felipe Motta analisam Singapura

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #247 - Há espaço para Drugovich na F1 em 2024? E Norris na Red Bull?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

.

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior PÓDIO F1: Sainz conquista grande vitória em Singapura, com briga insana no final; veja debate
Próximo artigo F1: Com vitória de Sainz e Verstappen em 5º, confira o resultado final do GP de Singapura

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil