F1: Sainz revela que disputou GP de Miami ainda com dores no pescoço

Carlos Sainz revelou que ainda estava com dores no pescoço durante o GP de Miami após seu forte acidente nos treinos de sexta-feira

F1: Sainz revela que disputou GP de Miami ainda com dores no pescoço
Carregar reprodutor de áudio

Sainz sofreu uma contusão na segunda sessão de treinos livres de sexta-feira, colidindo com a parede de concreto na curva 14, no GP de Miami, da Fórmula 1.

O espanhol conseguiu recuperar a confiança no sábado e se classificou em segundo atrás do companheiro de equipe Charles Leclerc. Mesmo assim, ele não foi páreo ao vencedor da corrida Max Verstappen, na largada, mas depois conseguiu segurar Sergio Pérez, apesar do mexicano aproveitar a vantagem dos pneus no final da corrida.

Leia também:

 

Sainz cruzou a linha em terceiro, cerca de oito segundos atrás de Verstappen, para conquistar o último lugar do pódio. 

Falando imediatamente após o GP de Miami, Sainz revelou que ainda estava sentindo as consequências do forte impacto de sexta-feira, admitindo que estava lutando com dores no pescoço durante a corrida de domingo. 

"Estive melhor. Obviamente, depois da queda de sexta-feira ainda tive um pouco de dor no pescoço para a corrida, mas tive que lidar com isso e lutei por isso. 

"Especialmente com Checo no final com o pneu médio, foi muito difícil mantê-lo atrás, mas conseguimos manter o pódio, o que é um resultado decente." 

Mesmo nos melhores momentos, o evento tão esperado de domingo tornou-se um desafio extremamente físico para os pilotos devido à natureza acidentada da pista e ao calor e umidade do sul da Flórida. 

Sainz, que ainda está em busca de sua primeira vitória, até agora lutou para chegar ao topo da Ferrari F1-75 e enfrentar o companheiro de equipe Leclerc, mas pelo menos encerrou uma série de duas desistências consecutivas com um terceiro pódio de sua temporada de 2022.

"Não foi nada fácil", reconheceu.

"Foi uma corrida difícil com os pneus, com o calor. O carro estava se movendo e escorregando muito. 

"Mas, no final, conseguimos o que merecíamos, acho que é um P3 decente, e podemos construir a partir daqui. Quero mais, mas não é ruim."

F1 AO VIVO: Verstappen DERROTA Leclerc em Miami e vê LIDERANÇA do campeonato mais de perto | PÓDIO

A Ferrari garantiu em Miami o seu primeiro 1-2 na largada desde 2019, quando Leclerc e Vettel ocuparam os primeiros lugares do Grid. Mas Max Verstappen, que deixou uma provável Pole escapar nos últimos momentos do Quali desse sábado, venceu a corrida deste domingo.

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST - Russell surpreende e lidera em Miami; Verstappen com problemas e Sainz bate 

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Leclerc espera que atualizações possam ajudar Ferrari no GP da Espanha
Artigo anterior

F1: Leclerc espera que atualizações possam ajudar Ferrari no GP da Espanha

Próximo artigo

F1: Hamilton critica decisão 'infeliz' da Mercedes durante GP

F1: Hamilton critica decisão 'infeliz' da Mercedes durante GP