F1: Veja reformulação que não ajudou a Mercedes em Mônaco

Equipe alemã fez modificações na suspensão do W12 a fim de melhorar desempenho

F1: Veja reformulação que não ajudou a Mercedes em Mônaco

A Mercedes costuma apresentar fraqueza em circuitos de baixa velocidade, com sua longa distância entre eixos e características de pneus não perfeitas para Mônaco e Singapura.

Mas com uma batalha acirrada contra a Red Bull na Fórmula 1, a equipe alemã deu um jeito de fazer uma reformulação da suspensão a fim de melhorar seu desempenho.

Leia também:

Se as mudanças ajudaram ou não, nunca saberemos, pois Valtteri Bottas foi capaz de extrair mais de seu carro no fim de semana do que Lewis Hamilton.

Mas ficou claro a busca da Mercedes de entendimento de como melhorar o ritmo do carro e dos pneus - o que poderia ter contribuído para seu resultado decepcionante.

Mudanças radicais

O progresso da escuderia de Toto Wolff nas primeiras corridas da temporada veio principalmente da compreensão e aplicação da configuração certa, seja ela mecânica ou aerodinâmica, com a visível instabilidade traseira vista durante a pré-temporada sendo corrigida com a ajuda de apenas algumas atualizações sutis.

No entanto, a equipe introduziu provavelmente sua modificação mais visível da campanha até agora em Mônaco, quando uma nova direção, suspensão e conjunto de freio foram implantados.

MERCEDES W12 comparison

MERCEDES W12 comparison

Photo by: Uncredited

Os desafios do circuito de rua de Monte Carlo fazem com que todos os times façam concessões.

Como pode ser visto nesta comparação do W12 acima, a barra e o triângulo inferior foram reprojetados para que encontrassem a vertical mais à frente do que antes.

A barra de ligação (linha pontilhada amarela) não é apenas mais larga, mas fica claro ver o quão mais dominante a flexão é quando se encontra com a entrada do duto de freio (inserção).

Também há uma lacuna muito maior entre os dois elementos, como pode ser visto com a linha pontilhada verde no braço dianteiro do braço inferior.

É evidente que as alterações feitas pela equipe para ajudar a melhorar a capacidade de manobra em baixa velocidade do W12 tiveram um efeito indireto no projeto do duto de freio.

Mercedes W12 front brake duct comparison

Mercedes W12 front brake duct comparison

Photo by: Uncredited

As alterações feitas para acomodar uma barra de ligação revisada e o layout do braço da suspensão são evidenciadas pelo invólucro mais volumoso da barra (destacado em amarelo), o que significa que para obter um volume semelhante para a seção da entrada que está gradeada (destacado em azul ), a equipe teve que sacrificar o resto da entrada e fazer alterações.

Isso significa que o espaço é dividido por apenas um único spar, em vez de ser dividido por outra seção horizontal como no arranjo normal.

Isso também mostra como o duto de freio é utilizado tanto como forma de resfriamento dos freios quanto como meio de movimentação do fluxo de ar para ganho aerodinâmico, sendo este último sacrificado para manter o nível de resfriamento necessário.

Red Bull

Red Bull Racing RB16B diffuser comparison

Red Bull Racing RB16B diffuser comparison

Photo by: Giorgio Piola

O desenvolvimento mais interessante do fim de semana provavelmente vai para a Red Bull pelas inserções de metal no canto externo de seu difusor, já que os dois Gurneys prensados ​​no meio da montagem tinham bordas serrilhadas adicionadas a eles.

Essas serrilhas criam uma série de pequenos vórtices que irão trabalhar o fluxo de ar um pouco mais forte, especialmente dadas as velocidades mais baixas que os carros operam nas ruas de Monte Carlo.

O time também utilizou uma asa dianteira revisada em seu carro, com uma série de alterações sutis que a equipe esperava que dessem a melhora de desempenho necessária para as características de baixa velocidade do circuito de rua.

Red Bull Racing RB14B front wing detail

Red Bull Racing RB14B front wing detail

Photo by: Uncredited

As revisões começam com a borda do plano principal, que tem um formato diferente na seção externa, com os strakes sob a asa sendo ligeiramente alterados também.

Enquanto isso, a forma do flap superior também foi refinada, com a inclinação na seção central oferecendo o ponto de referência mais visível de como a asa é mais carregada na seção externa.

Alfa Romeo

Alfa Romeo Racing C41 floor comparison

Alfa Romeo Racing C41 floor comparison

Photo by: Giorgio Piola

A Alfa Romeo se tornou a nona e provavelmente a última equipe a adotar a configuração do assoalho em forma de 'Z' nesta temporada, já que Haas não tem intenção de trazer grandes atualizações para o VF-21.

O assoalho introduzido pela Alfa Romeo inclui um recorte emparelhado com duas barbatanas em ângulo externo. Ou pelo menos é o que você presume.

No entanto, essas duas barbatanas anguladas já eram uma fixação no assoalho do C41 e não foram movidas para uma posição mais externa para coincidir com o recorte.

Mais quatro aletas torcidas e em ângulo externo foram adicionadas ao assoalho ao lado dos rolos destacados, o que provavelmente direciona o fluxo de ar em direção ao novo recorte para ajudar a aumentar seu efeito.

Esta é uma característica de design semelhante a de vários carros nesta temporada, com Red Bull, Alpha Tauri, Williams e Aston Martin ostentando suas próprias variantes.

O recorte permite que uma seção do assoalho seja retornada paralela à linha central do carro, dando aos projetistas um comportamento mais aerodinamicamente familiar do que o assoalho cônico.

O resto

Aston Martin Racing AMR21 floor

Aston Martin Racing AMR21 floor

Photo by: Giorgio Piola

Aston Martin tem sido a mais agressiva nesse aspecto, cortando uma seção substancial do assoalho para que apenas uma seção curta tenha que ser afunilada à frente do pneu traseiro.

McLaren MCL35M new floor

McLaren MCL35M new floor

Photo by: Giorgio Piola

A McLaren apresentou seu assoalho em forma de 'Z' no GP da Espanha e ainda apresenta uma seção cônica bastante considerável na parte traseira.

Ferrari SF21 floor

Ferrari SF21 floor

Photo by: Giorgio Piola

A Ferrari testou seu assoalho em forma de 'Z' em Portugal, mas só correu com ele pela primeira vez em Mônaco.

Red Bull Racing RB16B floor comparison

Red Bull Racing RB16B floor comparison

Photo by: Giorgio Piola

A Red Bull tinha o assoalho em 'Z' no início da temporada, mas fez otimizações durante as primeiras corridas, com a barbatana e os rolos de assoalho destacados agora criando uma junção no recorte.

Mercedes AMG F1 W12 floor

Mercedes AMG F1 W12 floor

Photo by: Giorgio Piola

A Mercedes escondeu seu assoalho durante o lançamento do carro na tentativa de evitar que outras equipes, que podem não ter analisado o arranjo, obtivessem uma vantagem no projeto de sua própria variante. Ele tem apenas uma seção muito curta do assoalho que foi retornada paralela à linha central do carro, já que focou mais sua atenção na seção traseira.

A Alfa Romeo também manteve a borda em forma de espiral na lateral do assoalho conforme ela afunila em direção ao pneu traseiro, com os designers usando isso como uma forma de manipular o fluxo de ar, em um esforço para reduzir a interrupção que poderia ser causada para o difusor.

Alpine A521 bargeboard

Alpine A521 bargeboard

Photo by: Uncredited

A Alpine continua em busca de desempenho com otimizações corrida por corrida, com o conjunto de bargeboard sendo objeto dessas alterações para o GP de Mônaco.

A escuderia não apenas adicionou uma aleta que fica pendurado no elemento vertical principal (seta vermelha), mas também excluiu alguns dos 'dentes' do conjunto (inserido, destacado em amarelo).

Junto com isso, a equipe também executou uma configuração de assoalho ligeiramente diferente em Mônaco, sugerindo que há opções disponíveis dependendo das características de circuito prevalecentes e da carga geral necessária.

F1 2021: Saiba como a Ferrari VACILOU após batida de LECLERC em Mônaco e perdeu chance de VITÓRIA

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #105 – O GP de Mônaco ainda é o ponto alto da F1?

 

compartilhar
comentários
VÍDEO F1: Saiba como a Ferrari 'vacilou' após batida de Leclerc em Mônaco e perdeu chance de vitória

Artigo anterior

VÍDEO F1: Saiba como a Ferrari 'vacilou' após batida de Leclerc em Mônaco e perdeu chance de vitória

Próximo artigo

Graham Stoker: o "revolucionário silencioso" concorrendo à presidência da FIA

Graham Stoker: o "revolucionário silencioso" concorrendo à presidência da FIA
Carregar comentários