F1: Verstappen admite nervosismo por decisão e elogia "incrível" Hamilton

Holandês tomou a liderança do britânico nos momentos finais do GP de Abu Dhabi para conquistar título inédito

F1: Verstappen admite nervosismo por decisão e elogia "incrível" Hamilton
Carregar reprodutor de áudio

Para quem chegou a abrir 32 pontos de vantagem na liderança no campeonato, ganhar o título de 2021 da Fórmula 1 na última volta da última corrida parecia improvável para Max Verstappen. O holandês viu seu "incrível" rival Lewis Hamilton recuperar terreno, principalmente no segundo semestre, e fazer a etapa final, em Abu Dhabi, ser "nervosa", como dito por ele mesmo.

O heptacampeão da Mercedes tomou a posição do piloto da Red Bull logo na largada e passou a prova inteira na liderança, mesmo após uma disputa acirrada com Sergio Pérez, que o segurou para ajudar seu rival de equipe a chegar perto. Nos momentos finais, um safety car causado por um acidente de Nicholas Latifi mudou tudo, reduziu as distâncias e Verstappen, de pneus macios, ultrapassou Hamilton para ser coroado campeão.

Leia também:

"É insano", resumiu Max nas entrevistas após o champanhe. "Meu objetivo, quando era criança, era virar piloto de F1. Você quer vencer, estar no pódio, ouvir seu hino nacional. E quando as pessoas te dizem que você é o campeão mundial, é algo incrível. Devo isso especialmente ao meu pai [Jos Verstappen]. Lembro de todos os anos que passamos viajando, em busca desse objetivo, e agora estamos aqui juntos."

"Agradeço a todos que me levaram até aqui. Minha família, meus amigos, minha equipe, meus amigos do kart. E a maioria deles está aqui hoje, é maravilhoso. É incrível ver todo esse laranja aqui e ao redor do mundo, eles me apoiaram a carreira toda, mas especialmente agora, é incrível. E eu espero que possa seguir fazendo isso por muitos anos."

Conhecido por ser 'frio' nas emoções, Verstappen sempre reiterou em entrevistas que a Fórmula 1 não era a coisa mais importante em sua vida e que "não teria pesadelos" se não ganhasse o título. No entanto, as lágrimas que debruçou após a bandeirada mostraram a emoção 'entalada' na garganta do holandês, que admitiu que não estava tão calmo assim para a decisão.

"Claro que estava nervoso sobre hoje, mas na verdade é apenas mais uma corrida que você quer se dar bem", comentou. "O resultado determinaria se eu seria primeiro ou segundo, mas a prova toda eu segui dando o meu melhor, acreditando, mesmo que parecesse que não fosse dar, mas milagres acontecem."

"Lewis é um piloto incrível e um competidor incrível. Ele dificultou a nossa vida e claro que todos adoraram ver isso. Nós tivemos nossos momentos difíceis, mas isso faz parte do esporte. É emoção à flor da pele, todos queriam vencer e hoje poderia ter sido qualquer. No próximo ano, voltaremos e tentaremos tudo isso de novo"

F1 AO VIVO: VERSTAPPEN PASSA HAMILTON NO FIM E É CAMPEÃO NA ABU DHABI; VEJA DEBATE DA FINAL DE 2021 | PÓDIO

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #151: Hamilton x Verstappen é a maior decisão da história da F1?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
Após triunfo em Abu Dhabi, Verstappen se torna o quarto campeão mais jovem da F1; veja lista
Artigo anterior

Após triunfo em Abu Dhabi, Verstappen se torna o quarto campeão mais jovem da F1; veja lista

Próximo artigo

F1: Entenda o que dizem as regras de relargada após safety car

F1: Entenda o que dizem as regras de relargada após safety car
Carregar comentários