F1: Verstappen e Hamilton falam sobre possibilidade de batida na 'final' de 2021

Pilotos foram questionados sobre fala de chefe da Mercedes, que insinuou que quem tiver vantagem pode buscar acidente, como fizeram Senna e Prost

F1: Verstappen e Hamilton falam sobre possibilidade de batida na 'final' de 2021
Carregar reprodutor de áudio

Rivais na disputa pelo título de 2021 da Fórmula 1, os pilotos Max Verstappen, holandês da Red Bull, e Lewis Hamilton, britânico da Mercedes, falaram sobre a possibilidade de um acidente entre eles na etapa decisiva desta temporada.

O editor recomenda:

O campeonato tem como evento final a prova de Abu Dhabi, mas, antes, realiza os GPs de México, São Paulo, Catar e Arábia Saudita. Hoje, Verstappen está 12 pontos à frente. E o chefe da Mercedes, Toto Wolff, disse que quem estiver na ponta na grande final pode tentar bater para garantir o título.

Apontado como favorito para as etapas de Cidade do México e Interlagos, Verstappen foi questionado sobre as palavras do dirigente rival. "Isso é passado. Eu apenas me concentro no que tenho que fazer. É tentar fazer o melhor que posso. É assim que, no final do dia, você ganha o campeonato. Você tem que tentar conseguir o máximo de pontos disponíveis e, claro, tentar vencer seu rival. Minha abordagem será a mesma que a do resto do ano", respondeu.

Hamilton, que busca seu oitavo título, afirmou: “Não li o que Toto disse, mas duvido muito que ele tenha insinuado tudo isso. Nós nunca ganhamos um campeonato dessa forma. Nunca ganhei um campeonato dessa forma e nunca quereríamos ganhar. Estou aqui para vencer da maneira certa. Por meio de habilidade, determinação e trabalho árduo. Vocês sabem como ganhei meus campeonatos no passado."

"Sempre quero ganhar da maneira certa. Se perder, da maneira certa também, com dignidade e sabendo que dei tudo de mim. Que fiz as coisas da maneira certa e trabalhei o máximo que pude. Isso é tudo que você pode fazer: dar tudo de si e trabalhar o máximo que puder com sua equipe. Se não der certo, você viverá para lutar outro dia", completou o heptacampeão mundial da F1.

Verstappen, por sua vez, destacou que o desafio será grande mesmo no México. "Tudo se resume a detalhes. Você pode ter uma boa aparência 'no papel', mas ainda precisa acertar sua configuração e todas as combinações em torno dela. Pode parecer [um cenário] bom para nós, mas temos que estar bem a partir do primeiro treino livre e ter certeza de que estamos indo na direção certa com o carro", disse o holandês.

PODCAST #143 - TELEMETRIA: O que Mercedes e Hamilton têm que fazer para vencer no México

 

.

 

 

 

 

 

 

compartilhar
comentários
F1: Leclerc vê México com otimismo, mas lutar contra Red Bull e Mercedes "parece impossível"
Artigo anterior

F1: Leclerc vê México com otimismo, mas lutar contra Red Bull e Mercedes "parece impossível"

Próximo artigo

Vettel e Alonso são favoritos a prêmio inédito na Fórmula 1; entenda

Vettel e Alonso são favoritos a prêmio inédito na Fórmula 1; entenda