F1: Vettel, Alonso e Russell comentam 'batalha pelo 18º lugar' na classificação em Austin

Pilotos receberam punições por estourarem o limite de motores na temporada e começarão do fundo do grid, mas lutaram entre si para sair uma fila acima

F1: Vettel, Alonso e Russell comentam 'batalha pelo 18º lugar' na classificação em Austin

Sebastian Vettel venceu uma batalha incomum na qualificação do GP dos Estados Unidos de Fórmula 1 ao derrotar os 'companheiros de penalidade' Fernando Alonso e George Russell, conquistando assim o 18º lugar.

Os três instalaram novas unidades de força no fim de semana e receberam punições no grid. No entanto, a ordem em que eles se alinhariam na ordem de domingo foi determinada pelo desempenho no treino classificatório.

Leia também:

Normalmente, os pilotos que têm tais penalidades passam o fim de semana se concentrando no trabalho para a corrida, fazem um esforço simbólico no Q1 e não saem no Q2. Esse era inicialmente o plano de Russell e Vettel, cujas penas eram de conhecimento público na manhã de sexta-feira.

Só que quando Alonso se juntou a eles com uma mudança de unidade de potência para o sábado dois lugares na grade ficaram em disputa. Com isso, os três disputaram entre si a 18ª colocação. O desafio extra era que eles não queriam ir muito rápido para acidentalmente chegar ao Q3 e tiveram que se comprometer a começar com pneus macios desfavoráveis.

No final, Vettel venceu a disputa ao terminar em 12º no Q2, enquanto o espanhol, que aproveitou para dar vácuo ao seu companheiro de Alpine Esteban Ocon, ficou em 14º. Russell teve o tempo de sua última volta anulado por ter ultrapassado os limites de pista, o que o deixou em 15º.

Ou seja, Sebastian larga de 18º, Alonso de 19º e George de 20º, adicionando um elemento extra à corrida enquanto eles tentam subir na pelotão juntos.

"Acho que quando era apenas Vettel, provavelmente não iríamos sair no Q2", disse Russell, questionado sobre sua estratégia de qualificação pelo Motorsport.com. "Quando Fernando apareceu também, decidimos tentar. Foi uma sensação estranha acordar esta manhã sabendo que se eu estivesse na pole aqui, ainda seria o último."

"Seb parecia muito forte para ser honesto. O primeiro setor estava muito bom, eu só perdi um pouco. É minha primeira quebra de limite [de pista] do fim de semana. Não é o fim do mundo, e será bom estar ansioso amanhã, em vez de olhar para trás como costumamos fazer aos domingos."

George Russell, Williams FW43B, Daniel Ricciardo, McLaren MCL35M

George Russell, Williams FW43B, Daniel Ricciardo, McLaren MCL35M

Photo by: Steven Tee / Motorsport Images

Alonso admitiu ao Motorsport.com que não foi fácil medir o ritmo e evitar o Q3: "Tínhamos que ver se conseguiríamos ultrapassar George e Vettel de alguma forma, mas sem investir muito nisso, porque você não quer fazer uma volta muito rápida e ir acidentalmente para a parte final de pneus velhos. Então, vamos ver se amanhã ainda poderemos marcar pontos."

Já o tetracampeão comentou que não teve que se esforçar muito para superar seus dois rivais: "Acho que eles não tinham um jogo adequado de compostos. Nós só queríamos ter certeza de que estávamos à frente. Na última volta eu não acelerei muito e estávamos conseguindo não entrar no Q3, o que é raro! Obviamente, o exercício era vencer os dois."

"Esperamos que as voltas extras dos TLs nos ajudem a saber o que esperar na prova. Teremos nosso ritmo, sabemos o quão rápido somos, mas não os outros. Prevejo uma corrida dura com condições quentes e difíceis com os pneus. Veremos o que acontece."

"Não é a pista mais fácil [para ultrapassar]. Se os compostos forem o fator limitante, acho que os pilotos vão escorregar e geralmente isso dá a você algumas oportunidades."

F1 2021: VERSTAPPEN TIRA POLE DE HAMILTON E LARGA EM PRIMEIRO NOS ESTADOS UNIDOS; assista debate | Q4

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #140 – Mercedes tem a vantagem nos EUA? Rico Penteado responde

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Red Bull reforça asa traseira; entenda se há risco de novas rachaduras
Artigo anterior

F1: Red Bull reforça asa traseira; entenda se há risco de novas rachaduras

Próximo artigo

PÓDIO - F1: Verstappen segura Hamilton após guerra estratégica e vence em Austin; veja análise do GP

PÓDIO - F1: Verstappen segura Hamilton após guerra estratégica e vence em Austin; veja análise do GP
Carregar comentários