F1: Wolff quer que teste de Grosjean com Mercedes saia neste ano

Piloto francês, que hoje corre na Indy, terá teste com a Mercedes como forma de se despedir da F1, impedindo que acidente seja última memória na categoria

F1: Wolff quer que teste de Grosjean com Mercedes saia neste ano
Carregar reprodutor de áudio

Após o grave acidente sofrido no Bahrein em 2020, Romain Grosjean não conseguiu se despedir da Fórmula 1 como gostaria e, por isso, ganhou a chance de fazer um teste com a Mercedes para encerrar seu capítulo na categoria. E enquanto a sessão precisou ser adiada diversas vezes por conta da pandemia, o francês revelou que o chefe Toto Wolff quer que isso aconteça ainda em 2022.

Devido à extensão das lesões causadas pelo acidente, Grosjean precisou ficar de fora dos dois últimos GPs de 2020, no anel externo do circuito do Sakhir e em Abu Dhabi, sendo substituído por Pietro Fittipaldi.

Leia também:

Isso fez com que a carreira de Grosjean na F1 acabasse mais cedo, e o francês sempre afirmou que não gostaria que esse fosse seu último capítulo. Após a Haas afirmar que não teria como dar ao piloto um teste de despedida, Wolff se prontificou a colocar o francês em um carro da Mercedes.

Inicialmente, o teste aconteceria durante o final de semana do GP da França de 2021, em Paul Ricard, mas precisou ser adiado por choques de programação e outras questões envolvendo a pandemia e impediram que o teste fosse realizado no resto do ano. Mas Grosjean, que hoje corre pela Indy, afirmou que a promessa segue de pé.

“Eu mandei uma mensagem ao Toto depois de Abu Dhabi. Bem, algumas semanas se passaram, e então eu mandei uma mensagem para o Toto, e ele respondeu. Ele começou 'Obrigado' e, em seguida, a última frase foi: 'Precisamos colocar você naquele carro este ano'.”

“Sim, ainda está nos planos. Houve algumas coisas no ano passado que não facilitaram. Este ano não posso ir ao GP da França porque corremos em Iowa no mesmo fim de semana. Mas definitivamente a Mercedes está interessada em fazer, estou ansioso para isso, mesmo que meu pescoço esteja morrendo porque perdi parte da musculatura. Você pode perguntar ao Pato [O’Ward] como era [em um carro de F1].”

“Mas sim, ainda queremos fazer isso e, se acontecer, mas o foco principal agora é tentar vencer corridas com a Andretti.”

Após um bom ano de estreia na Indy com a Dale Coyne - Rick Ware, subindo ao pódio três vezes, incluindo dois segundos lugares no misto de Indianápolis, Grosjean vai para a Andretti em 2022, passando a correr em uma das equipes de ponta da categoria.

TELEMETRIA DE FÉRIAS: RICO PENTEADO fala tudo sobre NOVO CARRO DA F1 que estreia em 2022

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #157 - Sucesso da F1 na Band e destaques de 2021: entrevista com editor Fred Sabino

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
Presidente da Ferrari veta retorno de Todt e Rossi para GTs, diz jornal
Artigo anterior

Presidente da Ferrari veta retorno de Todt e Rossi para GTs, diz jornal

Próximo artigo

ANÁLISE: Conheça, em detalhes, a evolução dos volantes da F1, dos anos 1980 até os dias atuais

ANÁLISE: Conheça, em detalhes, a evolução dos volantes da F1, dos anos 1980 até os dias atuais
Carregar comentários