Fórmula 1 Lançamento da Alfa Romeo

F1: Zhou se diz com menos 'peso nos ombros' e mira novo contrato com Alfa Romeo

Chinês admitiu que nunca sentiu tanta pressão na vida do que em sua estreia na categoria no GP do Bahrein do ano passado

Zhou Guanyu, Alfa Romeo C42

Zhou Guanyu chega em 2023 para a sua segunda temporada com a Alfa Romeo, e, na visão do piloto, a pressão em seus ombros é muito menor em relação ao ano de estreia na Fórmula 1 em 2022, quando assumiu uma das vagas da equipe ao lado de Valtteri Bottas.

Leia também:

Zhou disse que nunca se sentiu mais nervoso do que antes de seu primeiro GP, no Bahrein no ano passado, uma corrida em que marcou um ponto com o 10º lugar. Como único estreante no grid de 2022, ele teve uma temporada sólida, apesar de ser atingido por problemas de confiabilidade que lhe custaram pontos valiosos, e a equipe optou por mantê-lo para este ano.

“Com certeza menos”, disse ele quando perguntado se sentia pressão antes da temporada de 2023. “É claro que este ano preciso me apresentar, dar um bom passo à frente e fazer muito melhor do que no ano passado. Em 2022 tudo parecia muito novo e você não sabe como pode fazer.

"Você pode fazer quantas corridas de simulador puder, mas não é a mesma coisa na pista, além de também lidar com as pressões, aqui da equipe mais o mundo exterior. Para mim, no ano passado, foi o tipo de pressão que eu realmente precisei para mostrar meu potencial. O que fiquei muito feliz por ter conseguido, mas chegando nesta temporada tudo parecia um pouco mais familiar, além da experiência ganhada no passado."

“Portanto, tenho certeza de que no grid de largada do Bahrein não ficarei tão nervoso quanto na primeira etapa da temporada passada. Eu nunca me senti tão nervoso na minha vida! Mas esse foi um dia incrível no final. Este ano definitivamente vai ser menos.”

Zhou Guanyu

Zhou Guanyu

Photo by: Alfa Romeo

Zhou ainda revelou que sua meta clara para 2023 é marcar pontos de forma mais consistente e ganhar um contrato mais longo com a equipe.

“Na pista é bastante simples, tentar dar um passo e progredir, também começar onde terminamos, aproveitar todas as oportunidades possíveis, ser mais consistente, essa é definitivamente a chave. Espero que tenhamos um carro muito forte, então poderemos ter muito mais pontos do que na temporada passada e tentar terminar onde ficamos em termos de campeonato de construtores."

“Isso vai ser muito bom para a equipe. Se do meu lado eu puder mostrar meu potencial, espero ficar muito mais tempo na F1 e ter um contrato mais longo. Acho que esse é sempre o objetivo de todos os pilotos. Nos primeiros anos é muito normal, você tem um contrato de um ano ou um mais um, mas depois de alguns anos você consegue um mais longo”.

Como a Red Bull-Ford impacta Honda, Porsche e toda a F1; veja debate

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast: novo chefe da Ferrari erra ou acerta nos primeiros atos?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior BMW reafirma desinteresse pela F1 e critica lentidão de categoria
Próximo artigo F1 - Horner pondera sobre proibição da FIA aos pilotos: "Não queremos um monte de robôs sem opinião"

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil