Galeria: o jatinho privado de Lewis Hamilton

Confira detalhes do jatinho com o qual britânico se desloca para as etapas da Fórmula 1

Galeria: o jatinho privado de Lewis Hamilton

Lewis Hamilton tem um jatinho com o qual viaja para todas as corridas da temporada de Fórmula 1. Trata-se de um Bombardier Challenger 605, modelo lançado em 2006 - uma evolução da linha 600, iniciada em 1978. A aeronave, com duas turbinas, é do britânico há quatro anos e atinge velocidade máxima acima dos 850 km/h, levando até 19 passageiros.

O avião do piloto tem preço estimado em aproximadamente € 22 milhões - cerca de R$ 79 milhões. Para ter o avião em funcionamento, Hamilton precisa desembolsar anualmente a quantia de € 3,6 milhões (R$ 12 milhões), com cada hora de voo custando cerca de € 9 mil (R$ 32 mil).

 

Curiosamente, a matrícula de identificação da aeronave é G-LCDH, que corresponde às iniciais do nome completo do piloto da Mercedes - Lewis Carl Davidson Hamilton.

Confira imagens do avião:

O jato do piloto da Mercedes
O jato do piloto da Mercedes
1/11

Foto de: XPB Images

O jato particular de Lewis Hamilton
O jato particular de Lewis Hamilton
2/11

Foto de: XPB Images

Vista frontal do jato de Hamilton
Vista frontal do jato de Hamilton
3/11

Foto de: XPB Images

O jato particular de Lewis Hamilton
O jato particular de Lewis Hamilton
4/11

Foto de: XPB Images

O jato particular do piloto inglês e um de seus carros
O jato particular do piloto inglês e um de seus carros
5/11
O jato particular do piloto inglês
O jato particular do piloto inglês
6/11
Hamilton sobre a asa de seu avião
Hamilton sobre a asa de seu avião
7/11
Hamilton sentado na asa de seu avião
Hamilton sentado na asa de seu avião
8/11
O inglês na escada de seu jato particular
O inglês na escada de seu jato particular
9/11
Lewis Hamilton abraça seu avião
Lewis Hamilton abraça seu avião
10/11
Hamilton saindo de seu avião particular
Hamilton saindo de seu avião particular
11/11
compartilhar
comentários
Haas reconhece atraso no desenvolvimento do carro de 2017

Artigo anterior

Haas reconhece atraso no desenvolvimento do carro de 2017

Próximo artigo

Wolff apoia retorno de Ross Brawn à F1

Wolff apoia retorno de Ross Brawn à F1
Carregar comentários