Globo não renova direitos de transmissão da F1 para 2021, diz site

compartilhar
comentários
Globo não renova direitos de transmissão da F1 para 2021, diz site

Emissora já estaria informando patrocinadores que atração não voltará à grade na próxima temporada

A Fórmula 1 deverá ter uma nova casa a partir de 2021. Segundo o portal Meio & Mensagem, a emissora não renovou os direitos de transmissão da maior categoria do automobilismo  mundial.

De acordo com o site, o Grupo Globo já está comunicando seus patrocinadores da temporada atual de que a competição, um dos carros-chefe da grade esportiva, não deve mais ser mais exibida no ano que vem.

Leia também:

Algumas notícias publicadas na imprensa nos últimos meses já levantavam a possibilidade de a Globo deixar de exibir a F1. Uma delas dizia, inclusive, que a Band foi consultada para receber a atração novamente, décadas após transmiti-la no início dos anos 1980.

A Globo vinha negociando com a Liberty Media, proprietária dos direitos comerciais. O Meio & Mensagem afirmou que a emissora chegou a propor uma revisão dos valores pelos direitos de transmissão, mas as duas partes não chegaram a um acordo.

O pacote publicitário para a transmissão da F1 na Globo sempre foi um dos mais relevantes do mercado. Para o atual campeonato, Cervejaria Petrópolis, Nivea, Renault, Santander e TIM fecharam um acordo no valor de R$ 98,950 milhões cada uma.

Procurada pelo Motorsport.com, a emissora alegou que ainda não há uma posição oficial sobre o assunto.

DIRETO DO PADDOCK: Alfinetada de Verstappen em Bottas e polêmicas da F1 em Spa com comentários de Zonta

PODCAST: Na guerra de bastidores dos circuitos, qual é o calendário dos sonhos da F1?

 
 

DIRETO DO PADDOCK: Alfinetada de Verstappen em Bottas e polêmicas da F1 em Spa com participação de Zonta

Artigo anterior

DIRETO DO PADDOCK: Alfinetada de Verstappen em Bottas e polêmicas da F1 em Spa com participação de Zonta

Próximo artigo

Empresa de autódromo do RJ pode substituir Globo e ter direitos de transmissão da F1 no Brasil

Empresa de autódromo do RJ pode substituir Globo e ter direitos de transmissão da F1 no Brasil
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1