Últimas notícias

Grosjean perde 'cara ou coroa' e só usa assoalho novo no TL3

Decisão sobre quem teria o direito de utilizar primeiro as atualizações da Haas para o GP da Espanha foi tomada usando método arcaico, com Kevin Magnussen levando a melhor sobre Romain Grosjean

Romain Grosjean, Haas F1 Team

LAT Images

Romain Grosjean, Haas F1 Team
Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-17
Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-17
Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-17
Romain Grosjean, Haas F1 Team
Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-17, crashes into a wall and retires

A Fórmula 1 costuma ser um dos polos de inovações tecnológicas, tendo sido pioneira em uma série de avanços hoje vistos nos carros de rua - como o câmbio acionado por borboletas atrás do volante, por exemplo.

Na hora de decidir quem utiliza primeiro as atualizações para o GP da Espanha, entretanto, a Haas utilizou um método nada tecnológico: uma moeda.

A equipe terá um novo assoalho para a prova em Barcelona. Entretanto, o chefe do time, Gunther Steiner, revelou que a Dallara enfrentou problemas inesperados na produção e apenas uma unidade estará disponível para os treinos livres de sexta-feira em Montmeló - a segunda só chega no sábado, para o terceiro treino livre.

Como Kevin Magnussen e Romain Grosjean estão empatados em número de pontos, a Haas decidiu pela utilização do tradicional 'cara ou coroa' para definir quem utilizaria primeiro o assoalho. Grosjean perdeu e Magnussen é quem terá a novidade em primeiro lugar.

"Infelizmente eu não terei a atualização até sábado, o que não é o ideal. Há apenas um assoalho disponível agora e eu não o consegui. Foi um 'cara ou coroa' - nunca tive sorte nessas coisas", disse.

"Não é o melhor dos mundos não ter a atualização, pois muitas coisas mudam no carro e não sei como será amanhã para nós. O problema é que você precisa acertar o carro baseado no novo pacote", afirmou.

Steiner falou sobre o atraso para o Motorsport.com: "Deveríamos ter a peça para os dois carros, mas o segundo assoalho atrasou e precisávamos fazer uma escolha. Este método ('cara ou coroa') era o único justo para tomar a decisão."

"Ainda não sei porque o segundo assoalho atrasou. Estou bastante incomodado, pois queria ter os dois carros atualizados ao mesmo tempo", ressaltou.

O dirigente afirmou que o tempo de pista de Grosjean na sexta-feira, sem o novo assoalho, será útil para a Haas validar a atualização.

"Ele ainda pode pilotar o carro, não é algo totalmente diferente", ponderou Steiner. "O lado bom é que você pode comparar os dois carros e ver se o que você está fazendo de novo é correto ou não."

"Como pacote, é a maior atualização que fizemos até agora e espero que tenhamos um salto significativo. Sendo realista, espero que fiquemos basicamente no mesmo patamar em relação aos demais, pois todos trarão novidades para a Espanha", completou o dirigente.

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Hamilton confia que problemas da Rússia ficaram para trás
Próximo artigo Com Hamilton, Mercedes domina TL1 na Espanha; Massa é 14º

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil