Gutierrez diz ter certeza de que bons resultados "virão em breve"

Esteban Gutierrez avalia lado positivo de GP da Bélgica e se mostra otimista para a conquista dos primeiros pontos na temporada 2016 da Fórmula 1

Gutierrez diz ter certeza de que bons resultados "virão em breve"
Esteban Gutierrez, Haas F1 Team
Esteban Gutierrez, Haas F1 Team VF-16
Esteban Gutierrez, Haas F1 Team VF-16
Esteban Gutierrez, Haas F1 Team VF-16
Esteban Gutierrez, Haas F1 Team VF-16
Esteban Gutierrez, Haas F1 Team VF-16
Esteban Gutierrez, Haas F1 Team VF-16

Esteban Gutiérrez não teve um final de semana sem contratempos no GP da Bélgica. Após atrapalhar Pascal Wehrlein, o mexicano foi punido e perdeu cinco posições no grid de largada em Spa-Francorchamps, caindo do 13º lugar obtido na classificação para o 18º.

Ainda assim, o mexicano conseguiu fazer uma prova de recuperação e terminou em 12º, o que levou Gutiérrez a ver algo positivo no resultado obtido na etapa belga.

“Eu tentei dar o meu melhor e extraí algo razoável de um final de semana realmente complicado. Largar em 18º e terminar em 12º não esteve dentro do que queríamos - que era o top-10 - mas forçamos o máximo que pudemos e dei tudo o que tinha", disse.

"Andei forte o tempo todo, tive uma corrida limpa e fiz boas ultrapassagens. Acho que podemos tirar algo positivo e seguir na mesma toada, pois tenho certeza de que se continuar sendo consistente nesse nível, os resultados virão em breve", afirmou.

Gutiérrez até acredita que poderia ter terminado o GP da Bélgica em uma posição melhor, mas ele perdeu tempo ao parar nos boxes somente na segunda volta do período de safety car, um giro após Romain Grosjean, companheiro de equipe na Haas.

“Na primeira volta eu ultrapassei muitos carros, mas perdi muito tempo quando fui obrigado a parar de pois de Romain. Não pude andar rápido naquele período e perdi muito tempo, o que não foi o ideal, mas demos o nosso melhor. Foi uma boa corrida e tive uma boa pilotagem, então precisamos seguir em frente, acelerando forte e extraindo o máximo desempenho do que temos em mãos", completou.

compartilhar
comentários
Ex-mecânico da McLaren lembra derrota histórica em Monza/88

Artigo anterior

Ex-mecânico da McLaren lembra derrota histórica em Monza/88

Próximo artigo

Rosberg: vou encarar cada corrida como “final de campeonato”

Rosberg: vou encarar cada corrida como “final de campeonato”
Carregar comentários