Fórmula 1
25 set
Treino Livre 1 em
09 Horas
:
21 Minutos
:
46 Segundos
09 out
Próximo evento em
14 dias
R
GP de Portugal
23 out
Próximo evento em
28 dias
04 dez
Próximo evento em
70 dias
R
GP de Abu Dhabi
11 dez
Próximo evento em
77 dias

Hamilton culpa detritos na pista por falha dos pneus na última volta do GP da Grã-Bretanha

compartilhar
comentários
Hamilton culpa detritos na pista por falha dos pneus na última volta do GP da Grã-Bretanha
Por:
, Editor
Co-autor: Alex Kalinauckas

Piloto inglês dominou em Silverstone e cruzou a linha de chegada com apenas três rodas funcionando

O hexacampeão Lewis Hamilton está “convencido” de que detritos na pista foram os culpados para sua falha nos pneus na última volta do GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1, que quase lhe custaram a vitória.

O piloto inglês dominou o domingo em Silverstone, liderando todas as voltas da prova a caminho de sua sétima vitória em casa, mas cruzou a linha de chegada com apenas três rodas funcionando após o furo do pneu dianteiro esquerdo.

Leia também:

Uma falha nos pneus ao sair da curva Luffield fez com que Hamilton ficasse mais lento, mas ele conseguiu manter a vitória por conta de um pitstop de Max Verstappen feito duas voltas antes, que permitiu que sua liderança aumentasse para mais de 30 segundos.

Hamilton cruzou a linha de chegada apenas cinco segundos à frente do holandês para conquistar sua terceira vitória no ano e brincou que seu “coração parou” na volta final.

A Mercedes disse que investigará o que causou a falha no pneu após ver problemas similares com o companheiro de equipe de Hamilton, Valtteri Bottas, e Carlos Sainz, da McLaren.

Questionado pelo Motorsport.com sobre como administrou seus pneus ao longo da corrida, Hamilton disse que nunca sentiu risco algum e que pensou que ainda havia muita vida sobrando nos compostos duros da Pirelli.

“Sinceramente, senti mesmo que pilotei muito bem, administrei os pneus da melhor maneira possível”, explicou Hamilton.

“Valtteri estava exercendo muita pressão nas primeiras partes daqueles stints, portanto, em locais onde normalmente administro, tive que administrar menos para manter ele fora do meu DRS”.

"Ele teve um ótimo ritmo hoje. Eu sabia que, em algum momento, ele iria se degradar, porque eu podia ver que ele não estava administrando em áreas que deveria. Então vocês começaram a ver a diferença aumentar e então eu me senti bastante confortável com onde eu estava.

Hamilton acredita que detritos são os culpados pela falha no pneu, provavelmente vindo da Alfa Romeo de Kimi Raikkonen.

Raikkonen havia perdido metade de sua asa dianteira não muito antes do pneu de Hamilton falhar, deixando alguns detritos na pista, enquanto houve acidentes na pista anteriormente envolvendo Kevin Magnussen, Alexander Albon e Daniil Kvyat.

“Havia muitos detritos na pista, havia um carro à minha frente, pode ter sido Kimi ou algum outro, que perdeu a asa, saiu bem na minha frente em uma das voltas", disse Hamilton.

"Seguindo em frente, veremos como podemos melhorar. Mas sinceramente, como você pode ver no meu ritmo, meu gerenciamento de pneus estava no lugar certo."

Além disso, Hamilton falou sobre o duelo com Bottas ao longo da prova. "Nós conversamos bastante, para ser honesto", disse Hamilton, quando perguntado pelo Motorsport.com na coletiva de imprensa pós-corrida, sobre o quanto os dois pilotos da Mercedes estavam pressionando antes das falhas nos pneus.

“Consegui manter o bom ritmo e ele começou a ficar mais atrás - acho que foram sete segundos em um estágio, então não tenho muita certeza do que aconteceu”.

"Tenho certeza de que ele gastou o pneu dianteiro esquerdo, estou supondo, e começou a cair (o ritmo) para ele. Mas para mim o carro estava bom, então eu mantive um ritmo decente".

PÓDIO: Hamilton vence com três rodas em GP da Grã-Bretanha maluco

PODCAST: Bastidores do futuro do GP do Brasil e os ambientes de F1 favoritos de Reginaldo Leme

 

Polícia prende manifestantes após protesto ambiental durante largada do GP da Grã-Bretanha

Artigo anterior

Polícia prende manifestantes após protesto ambiental durante largada do GP da Grã-Bretanha

Próximo artigo

Parafuso da embreagem é a causa por trás dos problemas que levaram Hulkenberg a não correr no GP da Grã-Bretanha

Parafuso da embreagem é a causa por trás dos problemas que levaram Hulkenberg a não correr no GP da Grã-Bretanha
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Luke Smith