Jornal alemão garante Porsche e Audi na F1 em 2026 - também com equipes próprias

Além de fornecerem motores para escuderias parceiras, marcas também devem ter seus times para competir na categoria

Jornal alemão garante Porsche e Audi na F1 em 2026 - também com equipes próprias

O jornal alemão Frankfurter Allgemeine Zeitung garante que a Volkswagen entrará no Fórmula 1 em 2026 com Porsche e Audi. Não apenas na função de fabricantes, mas também com equipes próprias. De acordo com o conceituado veículo, há negociações em andamento com a McLaren e a Red Bull. Este tema poderá figurar no dia do próximo conselho do grupo.

A categoria espera uma resposta até o final do mês, pois a discussão sobre as regras das futuras unidades de potência podem ser fortemente influenciada pelas expectativas das duas marcas, que pediram a abolição do MGU-H.

Leia também:

Após a divulgação do jornal, aguardamos as reações do paddock, em particular as das duas equipes que estariam envolvidas nos respetivos projetos. A Red Bull, por exemplo, iniciou a Red Bull Powertrainsa empresa produzirá sua própria unidade de energia em Milton Keynes em 2026.

Ela se tornará a base da Porsche, aumentando a tensão da Honda que fornecerá à escuderia campeã mundial o motor homologado agora e que permanecerá congelado pelos próximos quatro anos? O argumento pode ser muito dividido.

No final de 2021, outra mídia alemã, a revista Auto Motor und Sport antecipou a possível pareceria entre o time austríaco com a fabricante e intenção de compra da McLaren pela Audi. Sauber, Alfa Romeo e Williams também foram contatadas como possíveis colaboradoras.

DEBATE: Você DEMITIRIA MICHAEL MASI da direção de provas da F1?

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #157 - Sucesso da F1 na Band e destaques de 2021: entrevista com editor Fred Sabino

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Alonso ficou "triste" com saída da Honda, apesar de anos de tensão com McLaren
Artigo anterior

F1: Alonso ficou "triste" com saída da Honda, apesar de anos de tensão com McLaren

Próximo artigo

F1 - "Tensão entre Red Bull e Mercedes teria sido menor se Lauda estivesse aqui", diz Marko

F1 - "Tensão entre Red Bull e Mercedes teria sido menor se Lauda estivesse aqui", diz Marko
Carregar comentários