Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
25 dias
06 mai
Próximo evento em
67 dias
20 mai
Próximo evento em
81 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
95 dias
10 jun
Próximo evento em
102 dias
24 jun
Próximo evento em
116 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
123 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
137 dias
29 jul
Próximo evento em
151 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
179 dias
02 set
Próximo evento em
186 dias
09 set
Próximo evento em
193 dias
23 set
Próximo evento em
207 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
214 dias
07 out
Próximo evento em
221 dias
21 out
Próximo evento em
235 dias
28 out
Próximo evento em
242 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
278 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
287 dias

Mercedes defende estrategista após erro no GP da Áustria

Chefe da Mercedes na F1, Toto Wolff defendeu o estrategista de sua equipe, James Vowles, depois da decisão de não chamar Lewis Hamilton aos boxes durante o safety car virtual no GP da Áustria.

compartilhar
comentários
Mercedes defende estrategista após erro no GP da Áustria
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09, Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09, Max Verstappen, Red Bull Racing RB14, Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H, Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-18, Sebastian Vettel, Ferrari SF71H
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09
James Vowles, Chief Strategist, Mercedes AMG F1, Race winner Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1, on the podium
Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 W09
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09, Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14, Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09
Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1 W09

Hamilton foi o único dos ponteiros que não fez seu pitstop quando seu parceiro de equipe, Valtteri Bottas, provocou o acionamento do safety car virtual.

Seu engenheiro de corridas, Peter Bonnington, veio ao rádio e disse a Hamilton que ele teria de ganhar 8s em tempo de corrida.

Depois, Vowles veio por duas vezes falar diretamente com Hamilton, pedindo desculpas pelo erro e tentando motivá-lo ao dizer “nos dê aquilo que você é capaz” e “confiamos e acreditamos em você”.

Questionado sobre a decisão – e outras escolhas estratégicas do time em 2018 –, Wolff insistiu que a Mercedes apoia totalmente Vowles e afirmou que ele teve coragem de admitir um erro em uma mensagem que seria transmitida às emissoras de televisão.

“Não precisamos fazer mudanças. O mais importante é entender por que um erro acontece, voltar à situação e analisá-la”, disse.

Leia também:

“Não acho que cometeríamos um erro por duas vezes. Apenas foi que a situação é muito complexa. Extamos lutando com seis carros, e é uma situação dura.”

“Para mim, James é um dos melhores de todos, e é preciso coragem para chegar e, a fim de ter o melhor resultado possível, dizer, diante de milhões de pessoas, que ‘foi meu erro, você ainda consegue fazer isso com o carro que tem’.”

Wolff disse que colocar Vowles no rádio e admitir que a equipe de box cometeu um erro foi uma forma de motivar Hamilton.

“Para Lewis, liderando a corrida e saindo dos boxes em quarto, foi um momento em que ele estava realmente sofrendo.”

“E nós pensávamos que não estava tudo acabado. Queríamos recuperar o máximo de pontos que podíamos, e, em um estágio, estávamos todos sofrendo com o erro que cometemos.”

“James indo ao rádio com a mentalidade que temos, podemos dizer que cometemos um erro para encerrar o assunto e também dar a ele paz de espírito, de que há completa ciência dentro da equipe do que deu errado e que foi nosso erro para fazê-lo parar de pensar nisso.”

“Tratou-se de extrair o que restava de performance nele e ajudar a tirá-lo daquele ciclo mental de ‘como foi possível aquilo dar errado?’. Ao admitir o erro, é mais fácil sair dessa espiral.”

Wolff também elogiou Hamilton por sua mentalidade positiva na reunião pós-corridas, da qual membros da equipe que estavam na sede, no Reino Unido, também participaram.

“Tivemos uma reunião porque temos de seguir o protocolo. E ele chegou no rádio e disse: ‘Não sei quanto estão ouvindo agora de Brixworth e Brackley, mas não consigo lembrar quando abandonei pela última vez. Essa equipe tem a melhor confiabilidade dos últimos anos e foi de longe o carro mais rápido da corrida. É a melhor equipe pela qual já guiei. Então, precisamos nos recuperar disso, e não tenho dúvidas de que voltaremos fortes’. Essa é a mentalidade.”

GALERIA: As imagens do fim de semana na F1 e MotoGP

Artigo anterior

GALERIA: As imagens do fim de semana na F1 e MotoGP

Próximo artigo

F1 instala zona de DRS nas primeiras curvas em Silverstone

F1 instala zona de DRS nas primeiras curvas em Silverstone
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Áustria
Localização Red Bull Ring
Pilotos Lewis Hamilton
Equipes Mercedes
Autor Adam Cooper