Fórmula 1
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
22 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
36 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
64 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
71 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
85 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
99 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
106 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
120 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
127 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
141 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
155 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
183 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
190 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
204 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
211 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
225 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
239 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
246 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
260 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
274 dias

F1 instala zona de DRS nas primeiras curvas em Silverstone

compartilhar
comentários
F1 instala zona de DRS nas primeiras curvas em Silverstone
Por:
2 de jul de 2018 11:13

Os pilotos da F1 terão um desafio nas primeiras curvas de Silverstone com o DRS aberto graças a uma zona extra acrescentada para o GP da Inglaterra.

Com a FIA continuando sua tentativa de aumentar as oportunidades para ultrapassagem, uma terceira zona de DRS será colocada na reta de chegada em Silverstone neste fim de semana.

A localização dela é especialmente intrigante, já que, com a Abbey e a Farm sendo ambas feitas de pé embaixo com pouco combustível, isso significa que os pilotos terão a opção de deixar o DRS aberto durante as curvas.

Tal cenário pode deixar as coisas mais desafiadoras para os pilotos, já que isso fará com que haja menos pressão aerodinâmica na traseira, ou seja com um risco maior de deixar a parte de trás do carro arisca.

O diretor de provas da F1, Charlie Whiting, disse: “Não é uma zona grande, mas o interessante é que eles podem deixá-lo aberto durante a curva 1 se eles quiserem.”

“Uma vez que eles ativem após a curva 18, na saída da última curva, ela só se fecha se o piloto freia ou recua. Eles poderão ir às curvas 1 e 2 com o DRS aberto. Vamos ver.”

É a primeira vez que tal cenário acontece, com os pilotos tendo a opção de contornar uma curva de alta velocidade com a asa traseira aberta.

Sucesso da Áustria

Ao refletir sobre o GP da Áustria, Whiting acredita que o acréscimo deu ma terceira zona de DRS, entre as curvas 1 e 3, foi um sucesso.

Muitos pilotos chegaram a temer um cenário “Mario Kart”, em que as ultrapassagens fossem fáceis demais.

“Acho que ajudou um pouco, na verdade. Certamente ajudou na F2”, explicou Whiting. “Mas acredito que isso deu a eles uma chance melhor para ultrapassagem. Com frequência vimos carros se aproximando mais do que fariam na curva 3.”

“Então, víamos com frequência ultrapassagens na curva 4. Então, acho que funcionou bem. Não acho que deixou fácil demais como alguns pilotos achavam que deixaria.”

Reportagem adicional de Maria Reyer

Próximo artigo
Mercedes defende estrategista após erro no GP da Áustria

Artigo anterior

Mercedes defende estrategista após erro no GP da Áustria

Próximo artigo

Pirelli se surpreende com bolhas em pneus na Áustria

Pirelli se surpreende com bolhas em pneus na Áustria
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Localização Silverstone
Autor Jonathan Noble