Fórmula 1
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Mercedes revela causa de problemas hidráulicos de Hamilton no Canadá

compartilhar
comentários
Mercedes revela causa de problemas hidráulicos de Hamilton no Canadá
Por:
12 de jun de 2019 16:55

Equipe disse que o vazamento no carro do pentacampeão mundial na corrida de domingo em Montreal foi no atuador do acelerador

Um vazamento no carro de Lewis Hamilton foi descoberto após o treino classificatório do GP do Canadá, mas os mecânicos deixaram o circuito no sábado à noite sem saber a origem do problema ou sua gravidade.

Leia também:

“Nós tivemos algumas questões com o carro de Lewis antes da corrida e o problema só se tornou aparente depois do treino classificatório”, disse o engenheiro de pista, Andrew Shovlin, em vídeo da Mercedes. “Nós abaixamos o assoalho e notamos óleo na superfície, então havia um vazamento em algum lugar. Nós podíamos ainda ver na telemetria que estávamos perdendo pressão hidráulica".

“O problema é que os carros foram levados ao parque fechado e ficaram ali a noite toda, não tínhamos permissão para tocar ou investigar mais a fundo. Então a investigação teve de ser feita no domingo de manhã, quando nós tivemos acesso aos carros novamente e pudemos trabalhar no de Lewis”.

Foi aí que o time enfrentou uma tarefa séria, que envolveu remover a unidade de potência para substituir parte do sistema hidráulico. Felizmente, o diagnóstico foi feito cedo o suficiente para a equipe consertar o problema a tempo, embora não houvesse margem para erro. “Nós tivemos que tirar a unidade de potência. Identificamos o vazamento no atuador de aceleração e então fizemos um pedido à FIA para mudar o dispositivo e algumas peças associadas”.

“O trabalho foi um grande desafio, havia muito o que fazer. E foi razoavelmente apertado para colocar o carro de Lewis em condições a tempo do início da corrida. Agora, nós estamos felizes por ter feito tudo em antes da prova. O problema é quando você tem uma falha desconhecida ou um vazamento que você não sabe quanto tempo vai demorar para ser identificado. Nós conseguimos devolver o carro em tempo”.

“Corremos o risco de ligar o motor e descobrir outro problema. Se tivéssemos que desmontar o motor novamente, teríamos tido pouco tempo e talvez nem conseguíssemos começar a corrida. Mas foi um grande trabalho de todos os mecânicos envolvidos e felizmente o carro estava pronto a tempo e terminamos a corrida com sucesso”.

Após a prova, a FIA checou se as partes substituídas atendiam à regra que diz que a nova peça deve ser “similar em design, massa, inércia e função à original” quando forem feitas alterações em condições de parque fechado.

Próximo artigo
Bottas: Resultado do Canadá é um alerta na briga por título da F1

Artigo anterior

Bottas: Resultado do Canadá é um alerta na briga por título da F1

Próximo artigo

Hamilton e Vettel são os únicos pilotos entre os mais bem pagos em top-100 da Forbes

Hamilton e Vettel são os únicos pilotos entre os mais bem pagos em top-100 da Forbes
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Pilotos Lewis Hamilton Compre Agora
Equipes Mercedes Compre Agora
Autor Adam Cooper