Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
24 dias
06 mai
Próximo evento em
66 dias
20 mai
Próximo evento em
80 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
94 dias
10 jun
Próximo evento em
101 dias
24 jun
Próximo evento em
115 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
122 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
136 dias
29 jul
Próximo evento em
150 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
178 dias
02 set
Próximo evento em
185 dias
09 set
Próximo evento em
192 dias
23 set
Próximo evento em
206 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
213 dias
07 out
Próximo evento em
220 dias
21 out
Próximo evento em
234 dias
28 out
Próximo evento em
241 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
277 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
286 dias

Mudança para motor Mercedes faz McLaren ter "essencialmente um novo carro" para 2021

O diretor de produção da equipe britânica falou também sobre os preparativos para a construção do carro de 2022, sob o novo regulamento técnico

compartilhar
comentários
Mudança para motor Mercedes faz McLaren ter "essencialmente um novo carro" para 2021

A McLaren tem o maior desafio entre as equipes da Fórmula 1 para 2021. A britânica é a única a passar por uma grande mudança em seu carro, trocando os motores Renault pela Mercedes. E para a diretoria da equipe, essa troca significa que o modelo deste ano será "essencialmente um novo carro", apesar do regulamento congelado.

Em março do ano passado, a F1 anunciou que as equipes manteriam seus carros de 2020 em 2021 para cortar gastos em meio ao impacto financeiro causado pela pandemia da Covid-19.

Leia também:

Para resolver problemas pontuais, cada equipe recebeu duas fichas de desenvolvimento, com a McLaren sendo forçada a gastar suas fichas para a integração do novo motor Mercedes ao chassi. A equipe britânica optou por manter a troca de sua fornecedora de unidades de potência mesmo com o novo regulamento técnico sendo adiado para 2022.

Enquanto a maioria das equipes apostam em manter cerca de 60% de seus carros de 2020 para 2021, a McLaren revelou que a mudança para o motor Mercedes é tamanha que o chassi do MCL35M acaba sendo novo.

"Enquanto as outras equipes manterão a maioria dos carros do ano passado para este, nossa mudança para o motor Mercedes significa que nosso caso é diferente", disse Piers Thynne, diretor de produção da McLaren.

"Isso levou a grandes mudanças. Essencialmente estamos construindo um novo carro. O número de peças novas do MCL35M é basicamente a mesma da construção do MCL35. A traseira do chassi e a algumas peças próximas do motor mudaram significativamente para adaptar a nova unidade de potência".

"Mudar a unidade de potência acaba alterando a arquitetura do carro e o pacote, então todo o sistema de refrigeração e as tubulações, seja de fluidos ou de ar, mudaram, além da parte elétrica e das caixas de controle".

"Há alguns elementos que são mantidos, já que entramos na era do teto orçamentário. A FIA criou uma lista de componentes transitórios, que acabam ficando de fora do teto de 2021. Essas peças podem ser usadas em 2021 se estiveram no carro do ano passado".

"Nós usamos essa lista ao máximo para manter o que fosse possível, como caixa de câmbio e componentes de suspensão. Assim pudemos manter uma parte do orçamento do ano no projeto e na produção".

A McLaren homologou o design do MCL35M em dezembro, mas os pilotos Lando Norris e Daniel Ricciardo terão o primeiro contato com o carro apenas em março, na pré-temporada. Enquanto isso, o foco da equipe mudou para o projeto do carro de 2022, já que a janela para o desenvolvimento aerodinâmico do novo modelo abriu em primeiro de janeiro.

Thynne disse que a McLaren conseguiu começar rapidamente o programa de túnel de vento para o carro de 2022.

"Em termos da produção do carro de 2022, ainda estamos bem no começo, e o foco está predominantemente em testar partes no túnel de vento. Com a maturação do design de aerodinâmica vamos levar cada vez mais peças para o túnel. Esses testes são importantes, precisamos estabelecer o que funciona ou não, para acertarmos de primeira com o carro de 2022".

"Os testes devem levar as peças de aero ao limite, porque é assim que você ganha em termos de performance. Se eles funcionam, ótimo. Se não, podemos dar um passo atrás na produção. Precisamos mirar alto e é exatamente o que estamos fazendo para voltar ao topo do grid".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

LECLERC detalha como PILOTOS trabalham componente FUNDAMENTAL em um carro de F1

PODCAST: Vettel, Alonso, Ricciardo, Pérez ou Sainz? Quem entra em 2021 mais pressionado?

F1: Sainz faz sua estreia com Ferrari nos testes de Fiorano a bordo do carro de 2018

Artigo anterior

F1: Sainz faz sua estreia com Ferrari nos testes de Fiorano a bordo do carro de 2018

Próximo artigo

Mercedes: carro de 2021 terá performance similar ao modelo de 2019 após mudanças no regulamento

Mercedes: carro de 2021 terá performance similar ao modelo de 2019 após mudanças no regulamento
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes McLaren
Autor Luke Smith