Fórmula 1
26 set
-
29 set
Evento encerrado
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
6 dias

Fórmula 1: organizadores anunciam GP de Miami em 2021; entenda

compartilhar
comentários
Fórmula 1: organizadores anunciam GP de Miami em 2021; entenda
Por:
16 de out de 2019 12:40

Prova deve acontecer na área do Hard Rock Stadium, casa dos Miami Dolphins, time de futebol americano. Veja detalhes

Os planos para executar o Grand Prix de Miami no complexo do estádio Hard Rock na temporada 2021 tiveram um grande avanço com a confirmação de um acordo prévio entre a Fórmula 1 e os promotores locais.

 

Tendo abandonado as tentativas iniciais de executar a corrida na área do porto - devido à oposição local e às complicações de obter permissões de várias autoridades - o foco foi na área ao redor do estádio, que também é de propriedade do promotor Stephen Ross.

Leia também:

Foi desenvolvido um layout de pista que utiliza terrenos pertencentes ao complexo esportivo (imagens abaixo), conhecido por ser a casa dos Miami Dolphins, time de futebol americano. O estádio para cerca de 70 mil pessoas receberá o Super Bowl 2020.

Galeria
Lista

Miami track rendering

Miami track rendering
1/4

Foto de: Hard Rock Stadium

Miami track rendering

Miami track rendering
2/4

Foto de: Hard Rock Stadium

Miami track rendering

Miami track rendering
3/4

Foto de: Hard Rock Stadium

Miami track rendering

Miami track rendering
4/4

Foto de: Hard Rock Stadium

Além disso, o traçado também inclui cerca de 800 metros de vias públicas ao longo da Northwest 199th Street, ao sul do estádio. Uma declaração conjunta do CEO do Dolphins, Tom Garfinkel, e do diretor comercial da F1, Sean Bratches, foi divulgada no site www.f1mia.com.

"Estamos entusiasmados em anunciar que o estádio Hard Rock e a Fórmula 1 chegaram a um acordo prévio para sediar o primeiro Grand Prix de Miami, com um impacto anual estimado de mais de 400 milhões de dólares (cerca de 1,660 bilhão de reais) e 35.000 diárias de hotéis”.

"Estamos profundamente gratos aos fãs, autoridades e à indústria do turismo por sua paciência e apoio durante o processo. Estamos ansiosos para trazer pela primeira vez o maior espetáculo de corridas do planeta para uma das regiões mais icônicas do mundo".

Em seu perfil no Twitter, Garfinkel indicou que a corrida seria realizada em maio. Entretanto, o mês tradicionalmente está ocupado com eventos europeus, incluindo o tradicionalíssimo GP de Mônaco de F1.

"A maior corrida de F1 do mundo nunca esteve na Flórida", escreveu ele. "Imagine pessoas vindo de todo o mundo em maio, indo a vários clubes e acomodações de classe mundial. Barcelona, ​​Mônaco... e agora Miami. Vamos fazer  acontecer”.

Embora o traçado do estádio Hard Rock exija o apoio de menos autoridades do que o percurso original do porto - onde a autoridade de Bayfront Park se mostrou particularmente difícil -, ainda será necessário o apoio da Comissão do Condado de Miami-Dade.

Uma reunião de moradores locais no mês passado teve muitos expressando suas preocupações sobre a corrida, e a comissária do condado, Barbara Jordan, que sediou a reunião, disse que se opunha ao evento.

Próximo artigo
Bastidores: veja como a F1 fez 'milagre' para GP do Japão acontecer

Artigo anterior

Bastidores: veja como a F1 fez 'milagre' para GP do Japão acontecer

Próximo artigo

Toro Rosso recebe aprovação para mudar de nome em 2020

Toro Rosso recebe aprovação para mudar de nome em 2020
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Adam Cooper