Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
58 dias
06 mai
Próximo evento em
100 dias
20 mai
Próximo evento em
114 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
128 dias
10 jun
Próximo evento em
135 dias
24 jun
Próximo evento em
149 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
156 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
170 dias
29 jul
Próximo evento em
184 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
212 dias
02 set
Próximo evento em
219 dias
09 set
Próximo evento em
226 dias
23 set
Próximo evento em
240 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
247 dias
07 out
Próximo evento em
254 dias
21 out
Próximo evento em
268 dias
28 out
Próximo evento em
275 dias
05 nov
Próximo evento em
283 dias
R
GP da Austrália
18 nov
Próximo evento em
296 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
311 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
320 dias

Palmer defende: “Maldonado não é um mau piloto”

compartilhar
comentários
Palmer defende: “Maldonado não é um mau piloto”

Britânico da Renault diz que venezuelano teve azar em momentos ruins no ano passado, o que o levou a ter desvantagem

Pastor Maldonado, Lotus F1 Team on the grid
Pastor Maldonado, Lotus F1 E23
Pastor Maldonado, Lotus F1 E23
Pastor Maldonado, Lotus F1 E23
Jolyon Palmer, Renault F1 Team
(L to R): Kevin Magnussen, Renault F1 Team with Jolyon Palmer, Renault F1 Team
Jolyon Palmer, Lotus F1
Pastor Maldonado, Lotus F1 E23

Dispensado pela Renault por não ter dinheiro em patrocínios para garantir a vaga na equipe Renault, Pastor Maldonado foi defendido pelo britânico Jolyon Palmer, que foi promovido na equipe de piloto reserva para principal em 2016. Segundo o inglês, o venezuelano, campeão da GP2 em 2010, é um piloto rápido mas pouco reconhecido por conta de seus problemas de constância.

"Ele não é um mau piloto. Lembre-se: ele ganhou a GP2 e ganhou um GP", falou Palmer em entrevista ao The Guardian.

"Na última temporada ele correu perto de Romain Grosjean grande parte do tempo. O problema foi que ele cometeu erros em momentos importantes. Foi aí que Romain teve a vantagem.”

"Mas acho que Kevin vai apresentar um desafio mais forte, mais consistente. Ele e Jenson Button estiveram muito próximos na McLaren. Ele é um ponto de referência conhecido para mim."

Palmer, 25, continua confiante nas suas próprias capacidades, e crê que voltará a ser o grande competidor dentro da pista que era na GP2.

"Depois de meu tempo na GP2 e dos testes que fiz eu me sinto em boa forma. Tenho boa experiência", disse ele.

"Eu estou ansioso para competir de igual para igual com os melhores pilotos do mundo. Minha força foi sempre batalhar. Isso é o que eu perdi apenas testando no ano passado.”

"Mal posso esperar para começar porque o inverno tem sido muito longo."

Permanência de Carmen Jordá na Renault enfurece Sorensen

Artigo anterior

Permanência de Carmen Jordá na Renault enfurece Sorensen

Próximo artigo

Wehrlein fecha com Manor, e F1 tem só uma vaga em aberto

Wehrlein fecha com Manor, e F1 tem só uma vaga em aberto
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Pastor Maldonado , Jolyon Palmer