Para Hamilton, F-1 ser um sucesso nos EUA é questão de tempo

Piloto da Mercedes se diz ansioso para voltar ao Circuito das Américas, palco de sua última vitória na McLaren

Para Hamilton, F-1 ser um sucesso nos EUA é questão de tempo
Carregar reprodutor de áudio

Lewis Hamilton acredita que o GP dos EUA possa abrir uma porta importante para a F-1 no mercado norte-americano. Para o inglês, a prova já um sucesso e conta com e empolgação dos americanos, como se viu no ano passado em sua primeira edição.

"Eu sinto que o evento pode crescer", disse o piloto da Mercedes.

"Quanto mais vou para os Estados Unidos, mais conheço pessoas que são loucas e apaixonadas pela F-1. Na verdade, eu diria que mais pessoas do que percebemos amam o esporte.

"Obviamente, a maioria cresceu com a Nascar. A F-1 é novidade para muitos fãs de automobilismo dos EUA, por isso pode demorar algum tempo, mas acho que sua popularidade vai crescer e vamos ter sucesso na América."

Considerando sua vitória em Austin no ano passado um “fim de semana perfeito”, Hamilton diz estar ansioso para voltar aos EUA atrás de seu segundo triunfo na pista texana e terceiro nos EUA.

"Tem sido uma temporada fantástica, exceto algumas corridas, mas no geral eu me sinto como se tivesse sido uma bênção", falou Hamilton. "Sou grato pelos resultados que tive até agora, e ser capaz de terminar entre os cinco primeiros regularmente tem sido ótimo.”

"Estou realmente ansioso para voltar ao COTA, especialmente porque eu sinto que tenho um carro melhor neste ano, e acho que vai ser forte nesse fim de semana. Principalmente, estou ansioso para ver se posso segurar o meu título. É muito especial para mim, pois é a primeira pista 'nova' onde tenho o meu nome marcado pela primeira vitória, algo que vai ficar na história da F-1, por isso é muito especial para mim. "

compartilhar
comentários
Mesmo longe das primeira posições, Button mantém motivação
Artigo anterior

Mesmo longe das primeira posições, Button mantém motivação

Próximo artigo

Pilotos protestam contra falta de patrocínio no Brasil

Pilotos protestam contra falta de patrocínio no Brasil