Análise

As consequências da renovação Norris-McLaren no mercado de pilotos da F1

Lando e Charles Leclerc são apenas o terceiro e o quarto pilotos cujos contratos agora se estendem para 2026 e além; veja análise no Motorsport.com

Max Verstappen, Red Bull Racing RB19, Charles Leclerc, Ferrari SF-23, Oscar Piastri, McLaren MCL60, Lando Norris, McLaren MCL60, George Russell, Mercedes F1 W14, the rest of the field at the start of the race

Max Verstappen, Red Bull Racing RB19, Charles Leclerc, Ferrari SF-23, Oscar Piastri, McLaren MCL60, Lando Norris, McLaren MCL60, George Russell, Mercedes F1 W14, the rest of the field at the start of the race

Steve Etherington / Motorsport Images

Nos últimos dias, o mundo da Fórmula 1 viu duas extensões contratuais importantíssimas para o mercado de pilotos da categoria tendo em vista as próximas temporadas da elite global do esporte a motor.

O editor recomenda:

Primeiro, o monegasco Charles Leclerc renovou com a Ferrari. Depois, o britânico Lando Norris comprometeu seu futuro de longo prazo com a McLaren. Ambos os acordos são "multianuais", embora se especule que cada competidor poderá sair 'de graça' em anos diferentes.

De acordo com informações de bastidores, o inglês está 'preso' no vínculo da McLaren até o fim de 2027. Já o piloto de Mônaco, segundo a Gazzetta dello Sport, poderá sair no fim de 2026 caso falte competitividade à Ferrari até lá.

De todo modo, as renovações têm significado importante, já que representam uma 'declaração de fé' entre os respectivos astros e equipes... ainda mais considerando os prazos, já que a F1 terá um regulamento revisado a partir de 2026, com as novas regras versando principalmente sobre motor.

Hoje, ninguém pode cravar qual dos seis fornecedores de unidades de potência terá a vantagem, e as perspectivas dos novatos Audi e Ford/Red Bull são completamente desconhecidas por enquanto.

Mas o fato é que todo piloto quer fazer o que o britânico Lewis Hamilton fez quando assinou com a Mercedes em setembro de 2012, saindo da McLaren e se posicionando para ter a melhor unidade de potência e o melhor pacote geral para os regulamentos híbridos de 2014.

Leclerc e Norris são apenas o terceiro e o quarto pilotos cujos contratos agora se estendem para 2026 e além. O primeiro a se comprometer foi o holandês Max Verstappen, cujo contrato com a Red Bull vai até '28, e o segundo foi Oscar Piastri, australiano que fica na McLaren até o fim de '26.

Os únicos outros pilotos com contratos que se estendem além desta temporada de '24 são Hamilton e seu companheiro e compatriota George Russell, ambos com contrato até o final de '25 na Mercedes.

Todo o resto das vagas está em disputa para '25 e depois disso -- incluindo um lugar de destaque ao lado de Verstappen na Red Bull, assento atualmente ocupado pelo pressionado Sergio Pérez, do México.

Tendo isso em vista, é melhor estarmos prontos para uma época de especulações e fofocas, à medida que as equipes e os pilotos se sondam mutuamente e procuram garantir os melhores acordos antes que as vagas sejam preenchidas não só para '25, mas além.

Norris

Lando Norris, McLaren, talks to the media

Foto de: Jake Grant / Motorsport Images

Lando Norris, da McLaren, fala com a mídia

Não é segredo que a direção da Red Bull há muito tempo estava interessada em Norris e o via como um possível companheiro de equipe para Verstappen. Ao prorrogar o contrato de Lando, o CEO da McLaren Zak Brown e o chefe da equipe Andrea Stella dificultam possível propostas.

Para a McLaren, o novo acordo significa uma mensagem importante, que repercute tanto externa quanto internamente -- dois dos melhores pilotos da geração atual têm fé no que a escuderia está fazendo.

Além disso, elimina todo o estresse, acrescido do inevitável escrutínio da imprensa, que surge quando algum contrato está perto do fim. Norris disse: "Do meu lado, dar a todos na McLaren um pouco mais de confiança mostra minha fé em toda a equipe. Isso é realmente o mais importante".

"Eles agora têm ainda mais certeza de que estou comprometido com a equipe e que escolhi a McLaren em vez de Ferrari, Red Bull, Mercedes, qualquer que fosse a equipe. Eles agora têm a certeza de que escolhi a McLaren em vez de outra. Portanto, é mais para eles do que para mim."

Com uma formação estável por três temporadas, McLaren, Norris e Piastri podem 'só observar' enquanto os grupos rivais enfrentam a possível distração decorrente da incerteza do mercado de pilotos.

Lando Norris, McLaren MCL60, leads Sergio Perez, Red Bull Racing RB19

Foto de: Andy Hone / Motorsport Images

Lando Norris, McLaren MCL60, lidera Sergio Perez, Red Bull Racing RB19

"Estou em uma boa posição", apontou Norris. "Não é algo com que eu queira realmente me preocupar nos próximos anos. E, indo para '26 e aqueles novos regulamentos e tudo mais, não acho que eu ou a equipe queiramos pensar, focar ou gastar tempo em anos tão importantes."

Já a Ferrari, até o momento, está na metade do caminho para desfrutar de uma estabilidade semelhante a longo prazo. Isso porque o espanhol Carlos Sainz continua 'no limbo', contratado apenas para a próxima temporada, embora tenha deixado bem claro na última que deseja garantir seu futuro antes do início da campanha de '24. Isso ainda pode acontecer nas próximas semanas , mas, se não acontecer, seu futuro será inevitavelmente um ponto de atenção e uma distração.

Enquanto isso, na Red Bull, mesmo com o lançamento do novo carro RB20 no mês que vem, os holofotes estarão voltados para o futuro de 'Checo' Pérez. O mexicano terá que dar um grande salto nesta temporada e ser consistentemente competitivo para se manter em seu assento.

Tal vaga é obviamente atraente para os outros pilotos, embora ser o companheiro de equipe de Verstappen não seja uma tarefa fácil. Além disso, ninguém sabe o quão competitiva será a unidade de potência da Ford/Red Bull.

Pontos de interrogação semelhantes pairam sobre todos os fornecedores de motores, embora seja preciso presumir que os atuais titulares partam de uma posição melhor e com mais impulso de desenvolvimento do que os dois estreantes.

Sergio Perez, Red Bull Racing RB19

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

Sergio Perez, Red Bull Racing RB19

A perspectiva de uma vaga boa na Audi tem um apelo óbvio, mas onde a equipe estará em sua primeira temporada? Será que a Honda conseguirá levar sua atual boa forma para a nova parceria com a Aston Martin? Será que a Renault fará um trabalho melhor do que o atual com a Alpine?

Os pilotos e seus agentes terão de tomar decisões importantes com as informações limitadas de que dispõem no momento, enquanto as equipes com vagas disponíveis procurarão o 'próximo Piastri'.

"Não há bola de cristal para '26", admitiu o chefe da Red Bull, Christian Horner, no ano passado. "Quem sabe quem será competitivo? Haverá regulamentos de chassi completamente novos, uma filosofia aerodinâmica completamente nova, portanto o chassi terá um papel fundamental".

"O motor também terá um papel fundamental com a divisão entre eletrificação e combustão, e o combustível também terá um papel nisso. Portanto, para nós, começar do zero é o nosso maior risco e a nossa maior oportunidade".

"Será uma jornada interessante, e tenho certeza de que todos os fabricantes de motores estão trabalhando arduamente. Temos novos fabricantes chegando, com a Audi também. Mas é um desafio significativamente diferente do conjunto atual de regulamentos de motores", completou.

DRUGOVICH e BORTOLETO na mesma equipe de F1? Brasileiros falam sobre 2024 e ALÉM na ASTON e McLAREN

Sai Barcelona, entra Madri: F1 muda DNA e pode perder GPs clássicos

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior F1: Norris assina extensão de contrato multianual com a McLaren
Próximo artigo ANÁLISE F1: Norris fez a escolha certa ao renovar com a McLaren?

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil