Por segurança, FIA testará nova câmera em treino livre

Para obter mais dados do efeito dos acidentes nos pilotos, entidade colocará nova câmera virada de frente para os capacetes

Por segurança, FIA testará nova câmera em treino livre
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1
Sebastian Vettel, Ferrari SF15-T
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W06
Felipe Massa, Williams FW37
Felipe Nasr, Sauber C34

A FIA pretende testar nas próximas corridas uma nova câmera virada para o capacete dos pilotos. O objetivo da novidade é ajudar nos estudos para a prevenção de ferimentos na cabeça.

A câmera, que substituirá uma já existente, irá gravar em 400 quadros por segundo - o que é 16 vezes melhor do que a tecnologia utilizada atualmente. Com isso, irá fornecer mais informações dos acidentes e seus efeitos nos pilotos em sua busca por melhorar a segurança.

"Nós temos já há um bom tempo arquivos de acidentes, o que tem sido útil. Mas é claro, tudo está velocidade baixa e não mostra o que acontece com o piloto durante os milissegundos em que ocorre o impacto", disse Andy Mellor, assessor técnico do Instituto da FIA.

A empresa italiana Magneti Marelli vem desenvolvendo uma câmera da F1 - muito menor e mais leve do que as câmeras atuais de alta velocidade - há um ano. A nova unidade tem cerca da metade do tamanho de um celular e será crucial para o entendimento de incidentes como o de Fernando Alonso durante os testes de pré-temporada, em Barcelona. Ela também grava dados na telemetria dos carros em tempo real.

"Temos estudado o conceito das câmeras de alta velocidade já há muitos anos, mas, até agora, a tecnologia não havia sido suficientemente desenvolvida para esta aplicação", disse Mellor.

Acredita-se que a FIA teste a nova câmera em treinos livres antes do final da atual temporada.

compartilhar
comentários
Hamilton pode igualar Senna em Cingapura: “sonho de garoto”
Artigo anterior

Hamilton pode igualar Senna em Cingapura: “sonho de garoto”

Próximo artigo

Poluição em Cingapura piora, mas organização confirma GP

Poluição em Cingapura piora, mas organização confirma GP
Carregar comentários