Portugal 1985: Quando Senna passeou na chuva para conquistar primeira vitória na F1

Depois da primeira etapa, no Rio de Janeiro, o brasileiro chegou ao Estoril em busca dos primeiros pontos da temporada

Portugal 1985: Quando Senna passeou na chuva para conquistar primeira vitória na F1

Depois de uma temporada sensacional de estreia com a Toleman em 1984, esperava-se que Ayrton Senna fizesse o mesmo com a Lotus em 1985. E não demorou muito, como provou no GP de Portugal de Fórmula 1.

Depois de uma falha elétrica tardia que o tirou da disputa pelo pódio na primeira etapa do Rio de Janeiro, Senna chegou ao Estoril em busca dos primeiros pontos da temporada. Senna e a Lotus certamente mostraram momentos de forma para ditar o ritmo no Brasil, mas em Portugal ele conseguiu liberar a temida potência de sua Lotus 97T com motor Renault desde a primeira sessão de classificação de sexta-feira.

Leia também:

Ele venceu Alain Prost, da McLaren, para conquistar a pole por 0s413, e foi 1s152 mais rápido que seu companheiro de equipe Elio de Angelis (que havia o superado no Rio). De Angelis se queixou de problemas nos pneus na sexta-feira e no sábado: “Na minha primeira corrida fui atropelado por dois carros. Então, na minha segunda corrida de classificação, encontrei um pouco mais de tráfego, mas também senti que o motor não estava muito bom. Então um turbo explodiu na reta antes que eu pudesse terminar a volta."

Ayrton Senna, Lotus 97T Renault

Ayrton Senna, Lotus 97T Renault

Photo by: Motorsport Images

Ayrton Senna, Lotus 97T

Ayrton Senna, Lotus 97T

Photo by: Sutton Images

“Eu gostaria de conseguir sair na liderança porque assim você estará livre de qualquer problema na primeira volta. Então, poderei ver o quão rápido posso ir e me controlar a partir daí. Testamos o carro com os tanques cheios e nos sentimos bem, mas não há um plano geral de corrida, teremos que esperar para ver como estarão as condições", disse Senna sobre sua primeira pole na F1.

“Se tudo estiver bem, espero poder vencer meu primeiro GP.”

No dia da corrida, a chuva forte encharcou a pista - e a F1 estava prestes a dar uma olhada nas habilidades de Senna nessas condições, que chegaram perto de lhe render a glória no GP de Mônaco um ano antes. Ele poderia reproduzir esse tipo de performance?

Ayrton Senna, Lotus 97T leads at the start

Ayrton Senna, Lotus 97T leads at the start

Photo by: Sutton Images

Ayrton Senna, Lotus 97T leads at the start

Ayrton Senna, Lotus 97T leads at the start

Photo by: Motorsport Images

Senna fez uma corrida perfeita, deixando Prost em seu rastro, enquanto de Angelis avançava para a segunda posição. Prost ficou em terceiro, com Michele Alboreto, da Ferrari, em quarto. Keke Rosberg estagnou no início, enquanto seu companheiro de equipe da Williams, Nigel Mansell, rodou na volta de apresentação. 

Apesar de nunca ter testado o carro no molhado, o brasileiro liderou por 2s5 na volta inicial e simplesmente desapareceu na distância. Enquanto isso, os pilotos giravam nas condições terríveis.

Em comentário para a BBC, o ex-campeão mundial James Hunt disse: “Com o talento que Senna mostrou em Monte Carlo no ano passado naquelas condições terríveis, quando ele absolutamente guiou o Toleman com um controle maravilhoso, eu não acho que realmente importa o que o Lotus realmente é! Ele tem um talento prodigioso."

Ayrton Senna, Lotus 97T

Ayrton Senna, Lotus 97T

Photo by: Sutton Images

Ayrton Senna, Lotus 97T

Ayrton Senna, Lotus 97T

Photo by: Sutton Images

Enquanto Senna continuava livre na frente, de Angelis lutou muito para manter Prost atrás dele.

A chuva se intensificou conforme a corrida avançava, e carros batidos começaram a encher o circuito, eles não conseguiam lidar com as condições difíceis. 

Nelson Piquet estava tão sem esperança com os pneus Pirelli da Brabham nessas condições, que tentou colocar um macacão seco antes de desistir.

Senna começou a acenar com o braço para os funcionários, reclamando que a chuva forte era demais para suportar. Provando como as condições estavam ruins, Prost deslizou ao cruzar a linha de chegada, rodando para a barreira e para fora da corrida.

Ayrton Senna, Lotus 97T

Ayrton Senna, Lotus 97T

Photo by: Sutton Images

Ayrton Senna, Lotus 97T, Elio De Angelis, Lotus 97T

Ayrton Senna, Lotus 97T, Elio De Angelis, Lotus 97T

Photo by: Sutton Images

“Foi uma corrida difícil, tática, curva a curva, volta a volta”, disse Senna após a prova.

“O grande perigo era que as condições mudavam o tempo todo. Foi difícil manter o carro em linha reta às vezes, e com certeza a corrida deveria ter sido interrompida. Em certo momento, eu quase rodei, como Prost, e tive sorte de continuar na pista.”

No momento em que Prost rodou, Senna já estava com mais de 30 segundos à frente de seu rival. Os responsáveis estavam ansiosos para esticar a distância da corrida para pelo menos três quartos, a fim de conceder pontos completos. Na verdade, teve apenas três voltas cortadas de sua duração planejada no momento em que atingiu o limite de duas horas.

Em sua 17ª largada no GP, Senna venceu a corrida por 1m02s978 em cima de Alboreto, com Tambay completando o pódio, enquanto de Angelis caiu para quarto. Quando Ayrton cruzou a linha de chegada, Mansell saiu da pista e foi para a grama.

“O carro escorregava para todos os lados - era muito difícil mantê-lo sob controle”, disse o piloto que tinha acabado de conquistar a primeira de suas 41 vitórias em GPs. 

“Você costumava ver carros deslizando por todo o lugar puramente por falta de aderência e muita potência. O único problema [que tive] com o carro foi com os freios, mas nessas condições já esperava isso."

“Uma vez que estava perto de alguém, não conseguia ver nada. As pessoas pensam que não cometi erros, mas isso não é verdade - não tenho ideia de quantas vezes saí! Uma vez eu tinha todas as quatro rodas na grama, totalmente fora de controle, e o carro voltou ao circuito."

“Todo mundo disse 'Controle de carro fantástico', mas foi apenas sorte.”

Ayrton Senna, Lotus 97T-Renault celebrates 1st position with Team Manager Peter Warr in parc ferme, portrait

Ayrton Senna, Lotus 97T-Renault celebrates 1st position with Team Manager Peter Warr in parc ferme, portrait

Photo by: Motorsport Images

Race winner Ayrton Senna, Lotus 97T

Race winner Ayrton Senna, Lotus 97T

Photo by: Motorsport Images

A alegria de Senna com a vitória foi irrestrita, com os cintos de segurança fora e ambas as mãos balançando no ar - saudado pelo dirigente da Lotus, Peter Warr e seus mecânicos, incluindo Kenny Szymanski que estava literalmente pulando de alegria - é um dos clássicos de todos os tempos.

Quando questionado após a corrida o que esta primeira vitória significou para ele, ele respondeu: “Isso significa que todos os anos e todos os esforços que coloquei no automobilismo, desde [que eu tinha] quatro anos, estão me devolvendo algo de bom.”

Race winner Ayrton Senna, Lotus, second place Michele Alboreto, Ferrari, third place Patrick Tambay, Renault

Race winner Ayrton Senna, Lotus, second place Michele Alboreto, Ferrari, third place Patrick Tambay, Renault

Photo by: Motorsport Images

Winner Ayrton Senna with Patrick Tambay on the podium

Winner Ayrton Senna with Patrick Tambay on the podium

Photo by: Renault

Costumava-se dizer que a vitória de Senna no GP da Europa em Donington Park, em 1993, foi seu maior desempenho. O próprio homem discordou: “Nem pensar! Eu tinha controle de tração."

“Ok, não cometi erros reais [em Donington], mas o carro era muito mais fácil de conduzir. Foi uma boa vitória, com certeza, mas comparada com o Estoril '85 não foi nada, realmente!”

Entenda como F1 na BAND liga sinal de ALERTA na GLOBO após “ROUBO” de audiência no GP de Ímola

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Por que temporada de 2021 promete ser a mais equilibrada dos últimos anos?

 

compartilhar
comentários
VÍDEO: F1 na Band liga sinal de alerta na Globo após números do GP de Ímola

Artigo anterior

VÍDEO: F1 na Band liga sinal de alerta na Globo após números do GP de Ímola

Próximo artigo

F1: Ricciardo teve que "engolir orgulho" para dar passagem a Norris em Ímola

F1: Ricciardo teve que "engolir orgulho" para dar passagem a Norris em Ímola
Carregar comentários