Fórmula 1
R
GP de Portugal
23 out
Próximo evento em
21 Horas
:
58 Minutos
:
50 Segundos
R
GP de Abu Dhabi
11 dez
Próximo evento em
49 dias

Red Bull: Mercedes também pode ser culpada no caso Racing Point

compartilhar
comentários
Red Bull: Mercedes também pode ser culpada no caso Racing Point
Por:

Segundo o chefe da equipe, a Mercedes pode ter parcela de culpa no caso, que deve ir para o Tribunal Internacional de Recursos da FIA

Após a decisão da FIA de considerar a Racing Point culpada por copiar os dutos de freio traseiros da Mercedes, algumas rivais da Fórmula 1 consideram entrar com um recurso questionando o nível das sanções recebidas pela equipe britânica. E, segundo a Red Bull, isso pode atingir também a equipe alemã.

Na decisão divulgada pela FIA na sexta-feira, a Racing Point foi multada em 400 mil euros (cerca de R$2,5 milhões), além de perder 15 pontos no Mundial de Construtores, podendo seguir usando os dutos pelo resto da temporada 2020. Porém, a equipe receberá advertências a cada corrida que seguir usando a peça ilegal.

Leia também:

Não houve sanções à Mercedes, ou mesmo uma sugestão de que a equipe quebrou qualquer regra.

O veredito levou a reações do grid, com Renault, Ferrari, McLaren e Williams prometendo entrar com recursos questionando o nível das sanções aplicadas.

Após a corrida, Toto Wolff revelou que foi convidado para atuar como mediador de uma reunião entre as partes envolvidas, afirmando que o resultado do encontro foi positivo.

A Red Bull optou por não se envolver formalmente com caso, mas a equipe está acompanhando de perto o processo, principalmente por causa do relacionamento com a AlphaTauri e o impacto potencial no compartilhamento de tecnologia.

O chefe da equipe, Christian Horner, também acredita que, por ter fornecido informações e os dutos à Racing Point, a Mercedes ainda pode ser considerada culpada na história.

"Olha, essa é interessante", disse. "Acho que para nós, o mais importante é que queremos uma norma clara sobre o que é e o que não é permitido daqui pra frente".

"Obviamente, a Red Bull está em uma posição única, por ser a única dona de duas equipes. Então sempre seguimos à risca o regulamento desde o último Pacto de Concórdia. Então, para nós, há algo maior por trás. É sobre o que é filosoficamente permitido, e o que não é".

"Quando à Mercedes, tenho certeza que essas questões surgirão, porque se a equipe em questão é culpada de receber, logicamente a equipe que forneceu também pode ter quebrado o regulamento. É algo para a FIA resolver".

O consultor da Red Bull, Helmut Marko, destacou que, apesar das equipes não terem se envolvido no processo, eles querem uma sanção mais dura à Racing Point.

"Não nos envolvemos porque já existem equipes suficientes que pretendem entrar com recurso", disse à Sky Alemanha. "Mas esse resultado não nos satisfaz, porque não traz as respostas que queríamos. Espero que isso aconteça no recurso".

"Como advogado, é muito difícil entender como que você recebe uma punição por usar uma peça em uma corrida, mas apenas uma advertência por continuar usando nas três corridas seguintes".

"Até onde você pode advertir? Acho que isso não foi bem pensado. É por isso que o recurso é importante".

Show de Verstappen e tudo sobre o GP de 70 anos com Lito Cavalcanti e Rico Penteado

PODCAST: Qual é o tamanho da 'sorte' de Hamilton ao vencer com três rodas?

 

Fórmula 1 tem queda de receita de mais de 95% durante paralisação, registrando perda de R$750 milhões

Artigo anterior

Fórmula 1 tem queda de receita de mais de 95% durante paralisação, registrando perda de R$750 milhões

Próximo artigo

Brawn revela que Hulkenberg era a segunda opção da Mercedes se Hamilton recusasse oferta para 2013

Brawn revela que Hulkenberg era a segunda opção da Mercedes se Hamilton recusasse oferta para 2013
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Adam Cooper