Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
27 dias
06 mai
Próximo evento em
69 dias
20 mai
Próximo evento em
83 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
97 dias
10 jun
Próximo evento em
104 dias
24 jun
Próximo evento em
118 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
125 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
139 dias
29 jul
Próximo evento em
153 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
181 dias
02 set
Próximo evento em
188 dias
09 set
Próximo evento em
195 dias
23 set
Próximo evento em
209 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
216 dias
07 out
Próximo evento em
223 dias
21 out
Próximo evento em
237 dias
28 out
Próximo evento em
244 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
280 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
289 dias

Red Bull não tem planos para buscar novo patrocinador máster após saída da Aston Martin

Christian Horner falou sobre o fim da parceria com a chegada da montadora ao grid com equipe própria, assumindo as operações da Racing Point

compartilhar
comentários
Red Bull não tem planos para buscar novo patrocinador máster após saída da Aston Martin

A partir da próxima temporada, a Red Bull não terá mais ao seu lado a Aston Martin, que foi sua patrocinadora máster na Fórmula 1 nos últimos anos, já que a montadora britânica entrará na categoria com uma equipe própria. E a marca austríaca considera não buscar uma nova empresa para preencher esse espaço.

As companhias firmaram o apoio no começo de 2018, que consiste não apenas no patrocínio como também em uma colaboração técnica no projeto do hipercarro Valkyrie.

Leia também:

Além de fazer parte do nome oficial da equipe, logos da Aston Martin estão presentes em partes importantes do carro da F1, incluindo a asa traseira e o macacão dos pilotos.

Mas com Lawrence Stroll assumindo a presidência executiva da montadora, que incluía planos para a Aston Martin assumir as operações da Racing Point, foi anunciado que o acordo com a Red Bull chegaria ao fim.

Apesar da Red Bull buscar novos patrocinadores para seu portfólio em 2021, o chefe da equipe, Christian Horner, deixou claro que não espera um novo patrocinador master para o momento.

"Não temos um novo patrocinador máster para substituir na Aston Martin no próximo ano. Mas teremos novas empresas chegando".

"Obviamente a Aston Martin não estará em nosso carro. Curtimos os quatro anos juntos, três como máster e quatro com eles no carro. Ajudamos a alavancar a marca e gostamos da colaboração no Valkyrie".

"Nosso acordo foi feito sob a gestão do CEO Andy Palmer, que sempre apoiou muito a equipe. E com Lawrence assumindo o negócio, a saída era algo óbvio e natural. Mal podemos esperar para ver a Aston Martin na F1 em 2021".

Apesar do fim do acordo de patrocínio, a Red Bull segue trabalhando no projeto Valkyrie, que deve ser concluído no próximo ano.

"O carro está andando e estamos em uma fase de testes. Claro, esse relacionamento segue até que todos os carros sejam entregues através do departamento de tecnologias avançadas da Red Bull".

A Red Bull tem um histórico de parceria com grandes montadoras como patrocinador máster. Anteriormente, a equipe tinha um acordo com a Infiniti entre 2013 e 2015, mas o acordo chegou ao fim como parte do estremecimento do relacionamento com a Renault.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Kvyat fora da AlphaTauri! ENTENDA o impacto da mudança e VEJA como está o mercado da F1 21

PODCAST: Como ficará marcada a temporada de 2020 da F1?

 

Haas considera manter privado ações ou consequências sobre caso Mazepin

Artigo anterior

Haas considera manter privado ações ou consequências sobre caso Mazepin

Próximo artigo

Wolff: F1 pode aprender com exibição de Alonso com carro de 2005

Wolff: F1 pode aprender com exibição de Alonso com carro de 2005
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Red Bull Racing
Autor Jonathan Noble