Fórmula 1
29 ago
-
01 set
Evento encerrado
05 set
-
08 set
Evento encerrado
19 set
-
22 set
Evento encerrado
26 set
-
29 set
Evento encerrado
10 out
-
13 out
Evento encerrado
31 out
-
03 nov
Próximo evento em
14 dias
14 nov
-
17 nov
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
42 dias

Renault: F1 precisa proporcionar vitórias “a um custo razoável”

compartilhar
comentários
Renault: F1 precisa proporcionar vitórias “a um custo razoável”
29 de dez de 2018 10:33

Cyril Abiteboul espera que a categoria mude filosofia para possibilitar competitividade sem os gastos astronômicos da atualidade

O diretor esportivo da Renault, Cyril Abiteboul, acredita que a F1 precisa ter um modelo de gestão que proporcione que as equipes lutem por vitórias “a um custo razoável”, sem haver a necessidade de um investimento tão pesado como acontece ultimamente.

Nos últimos anos, a F1 tem contado com vitórias somente de Mercedes, Ferrari e Red Bull, times que supostamente investem muito mais do que as demais escuderias do grid.

Contudo, para os próximos anos, a categoria planeja fazer ajustes em seus moldes financeiros, redistribuindo a verba de premiação de forma mais igualitária e aplicando teto de gastos às equipes – medidas que ainda não foram oficializadas.

Para Abiteboul, a categoria precisa fazer algo para proporcionar uma disputa mais equilibrada. “Não quero ficar reclamando sobre a situação, porque, quando nos juntamos à F1, sabíamos como era”, disse, segundo a revista americana RACER.

“O que é notável é a corrida de desenvolvimento e os custos implacáveis para vencer – o que respeito totalmente e acho que proporcionou grandes corridas neste ano. Então, precisamos ver como podemos emular isso em algum momento.”

“Em algum momento, haverá um acordo diferente na distribuição financeira; em algum momento, haverá uma limitação de gastos, porque, em nossa opinião, não é algo sustentável, e acredito – corrija-me se eu estiver errado – que seja um sentimento compartilhado por todos.”

“Então, é uma questão de timing. Se o plano for adiado por um ano, então será adiado por um ano, mas acho que o importante é o princípio de que devemos estar em posição de vencer corridas a um custo razoável levando em conta o valor da F1. Essa é a equação que queremos, de voltar à realidade nos próximos meses.”

A Renault voltou à F1 como equipe própria em 2016 e obteve dois quintos lugares em 2018 (Carlos Sainz no Azerbaijão e Nico Hulkenberg na Alemanha) como melhores resultados.

Próximo artigo
Brawn: Verstappen ainda tem que crescer antes de lutar por título

Artigo anterior

Brawn: Verstappen ainda tem que crescer antes de lutar por título

Próximo artigo

Red Bull diz que tentou de tudo para manter Ricciardo

Red Bull diz que tentou de tudo para manter Ricciardo
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Renault F1 Team