Russell lamenta oportunidade perdida de vitória no Sakhir: "Doeu muito quando saí do carro"

Mesmo assim, o britânico diz que tem muito com o que se orgulhar de seu final de semana

Russell lamenta oportunidade perdida de vitória no Sakhir: "Doeu muito quando saí do carro"
Carregar reprodutor de áudio

Tudo parecia se encaminhar para uma incrível primeira vitória de George Russell na Fórmula 1, logo em sua estreia na Mercedes no GP de Sakhir. Mas a lambança feita pela Mercedes na parada e um furo no pneu fizeram com que o britânico terminasse apenas na nona posição. Após a prova, ele lamentou o resultado, apesar de falar que tem muito para se orgulhar.

Largando do lado sujo da pista, Russell fez uma ótima saída e assumiu a ponta ainda nas primeiras curvas e seguiu na frente, parecendo que conseguiria vencer. Mas tudo mudou na segunda parada, após a batida de Jack Aitken.

Leia também:

A Mercedes fez uma grande lambança nas paradas de Russell e Valtteri Bottas, mandando ambos para trás. Apesar disso, o britânico conseguiu recuperar o terreno perdido e estava baixando a diferença para Pérez quando acabou com um furo no pneu, precisando parar novamente.

Russell acabou caindo para 15º e, com pneus macios, voou pelo grid para terminar em nono, pontuando pela primeira vez na F1 após 37 GPs disputados. Mas tudo pode se perder novamente, já que a Mercedes é investigada pelo problema na parada, colocando pneus que seriam de Bottas no britânico, o que pode acarretar em desclassificação segundo o regulamento.

Sobre a corrida, Russell disse que nunca havia acontecido antes em sua carreira de perder uma vitória duas vezes em uma mesma prova.

"Já tive corridas onde perdi a vitória, mas duas vezes, eu não conseguia acreditar", em entrevista a Ziggo Sport. "Não conseguia acreditar no que estava acontecendo. Dei o meu melhor e mais um pouco, tinha a corrida sob controle, especialmente no começo e, obviamente, tivemos o safety car, que me irritou um pouco, mas segui confortável".

"No final, tive boas ultrapassagens, estava muito animado, pronto para caçar Sergio e retomar a vitória. Teria sido apertado, mas acredito que era possível. E aí tiraram a vitória de mim novamente. Mas isso é o automobilismo".

Russell ainda disse que tudo isso machuca, e que falou com seus pais assim que saiu do carro.

"Se você me dissesse no começo do fim de semana que eu pontuaria, eu diria que ótimo, seria um final de semana fantástico! Mas se você me dissesse que eu iria liderar a corrida e terminaria assim... Não sei...".

"Honestamente, dói demais. Doeu muito quando saí do carro. A primeira coisa que fiz foi falar com meus pais".

"Eu sabia como eles estavam se sentindo. Disseram que eu tinha muito do que me orgulhar. A mesma coisa que Toto [Wolff], James [Allison, diretor técnico] e Bono [Peter Bonnington, engenheiro de Hamilton que atuou como seu engenheiro no fim de semana]. Nos abraçamos. Com sorte dei alguns problemas para Toto Wolff resolver no futuro. Estou feliz. Estou orgulhoso".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

PÓDIO: A improvável vitória de Pérez no insano GP de Sakhir

PODCAST: O 'milagre' Grosjean e o que Pietro Fittipaldi pode fazer em estreia na F1

 

compartilhar
comentários
TABELA: Bottas não garante vice, mesmo com abandono de Verstappen
Artigo anterior

TABELA: Bottas não garante vice, mesmo com abandono de Verstappen

Próximo artigo

Leclerc é punido e perde três posições para GP de Abu Dhabi

Leclerc é punido e perde três posições para GP de Abu Dhabi
Carregar comentários