Fórmula 1
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
66 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
80 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
87 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
115 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
143 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
150 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
164 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
171 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
185 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
199 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
206 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
220 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
234 dias

Villeneuve ataca volta de Kubica à F1: “alguém com deficiência” não deve correr

compartilhar
comentários
Villeneuve ataca volta de Kubica à F1: “alguém com deficiência” não deve correr
25 de mar de 2019 13:22

Canadense vê “grande conquista” de polonês em retorno a maior categoria do automobilismo, mas não acha que é “mensagem certa”

Campeão da Fórmula 1 em 1997 e atualmente comentarista do canal italiano Sky Sport, Jacques Villeneuve acha que o retorno de Robert Kubica ao grid da F1 é um feito incrível, mas também que que envia uma mensagem errada para sua audiência.

Kubica travou uma grande batalha pessoal para voltar ao mundial depois de seu acidente devastador de rali em 2011, que o deixou com um braço direito comprometido. Mesmo assim, o polonês fez testes em 2017 pela Renault e pela Williams, conseguindo uma vaga de reserva no time inglês em 2018. Neste ano, com ajuda de patrocínios, ele subiu para titular.

Leia também:

Sempre polêmico, Villeneuve tem uma visão diferente sobre a história de superação do piloto de 34 anos.

"É claro que é uma grande conquista o fato de Kubica retornar depois de tantos anos, é realmente inacreditável", disse o canadense ao site holandês Formule1.nl.

"Se você fez algo que ama e que foi tirado de você, você sabe o que está perdendo.”

"Então você vai trabalhar ainda mais para recuperar. Eu também tenho certeza que ele fará tudo para chegar ao topo. Se eu estivesse no lugar dele, eu faria o mesmo. Você não deve deixar essa chance passar."

"Mas eu acho que é terrível. Isso não é bom para o esporte", acrescentou Villeneuve.

"Eu já disse isso no ano passado e não vou mudar minha opinião. A Fórmula 1 deve ser o ponto mais alto das corridas, é a classe dos reis.”

"Então não é bom para o esporte que alguém com deficiência possa participar. Pelo menos não na Fórmula 1 – talvez em outras categorias.”

"A Fórmula 1 deve ser dura, deve ser difícil e quase inacessível. O retorno de Robert não é a mensagem certa."

Próximo artigo
Honda quer primeira vitória com a Red Bull no meio da temporada

Artigo anterior

Honda quer primeira vitória com a Red Bull no meio da temporada

Próximo artigo

Renault quer “excelência operacional” no Bahrein após GP ruim na Austrália

Renault quer “excelência operacional” no Bahrein após GP ruim na Austrália
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1