Webber: Alonso me pediu para fazer a Indy 500

Ex-piloto australiano revela conversa com espanhol sobre corrida nos EUA, mas diz que nunca teve vontade de competir em Indianápolis

Webber: Alonso me pediu para fazer a Indy 500
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Sebastian Vettel, Ferrari, 1st Position, is interviewed by Mark Webber on the podium
Fernando Alonso, McLaren MCL32
Mark Webber, David Coulthard
Fernando Alonso, McLaren
Fernando Alonso, McLaren
Grid girl holding Fernando Alonso's grid board
Carregar reprodutor de áudio

Aposentado da vida de piloto desde o fim do ano passado e atualmente comentarista de Fórmula 1, o australiano Mark Webber disse que não correria nas 500 Milhas de Indianápolis e revelou que Fernando Alonso chegou a falar sobre isso com ele.

Atrás da tríplice coroa do automobilismo (GP de Mônaco, Indy 500 e 24 Horas de Le Mans), o piloto espanhol irá participar da tradicional corrida americana neste ano com um carro da Andretti Autosport, desistindo de fazer o GP de Mônaco deste ano.

"Adoraria ter vencido Le Mans, e cheguei muito perto. Liderei a prova em todos os anos que eu estive lá. Estive muito rápido também, mas não deu certo para nós. Mas eu nunca estive interessado em Indy", falou Webber ao site Crash.net.

"Eu nunca estive muito interessado em ir lá, mas tenho respeito absoluto. Meus heróis como Rick Mears e Mario (Andretti) e Al Unser, ou então Roger Penske ou Dario (Franchitti), que é um bom amigo meu, ou Scott Dixon, Will Power... esses caras correram. Mas é algo que eu não queria, eu nunca realmente quis."

Rocky (Guillaume Roquelin), que era engenheiro de Sebastian Vettel na Red Bull, disse que eu iria muito bem em ovais. Ele trabalhou bastante com Sebastien Bourdais na Newman/Haas, e ele dizia: 'olha Mark, você seria perfeito para ovais'. Mas eu falava: 'obrigado, mas eu provavelmente não vou tentar'."

Webber admitiu que se tivesse ganhado Le Mans, teria enfrentado mais pressão para entrar na Indy 500, pois teria completado duas pernas da tríplice coroa. Ele revelou que Alonso levantou a ideia de participar da prova no fim de semana GP do Bahrein.

"Se eu tivesse chegado a este passo, eu teria pressão", disse Webber, vencedor em Mônaco em 2010 e 2012. "Talvez tenha sido bom eu ter ficado no segundo passo. Tenho um pouco menos de pressão.”

"Fernando ainda me pediu para tentar fazer Indy, no Bahrein. É."

Falando sobre a decisão de Alonso de entrar na Indy 500, Webber elogiou o espanhol e respeitou sua escolha.

"Realmente tiro o meu chapéu para ele. Isso claramente nasceu da frustração de sua situação atual na Fórmula 1", disse Webber. "Ele não estaria fazendo isso se estivesse ganhando corridas na F1. Nós sabemos que nunca um piloto teve tanta mídia sem resultados na F1.”

"Este ano tem sido um desastre para ele. Eu apenas desejo a ele o melhor e espero que ele tenha uma boa corrida por lá. Vamos ver".

compartilhar
comentários
EXCLUSIVO: Em vídeo, Nasr fala de ano parado e projeta 2018
Artigo anterior

EXCLUSIVO: Em vídeo, Nasr fala de ano parado e projeta 2018

Próximo artigo

35 anos: Chico Serra lembra último ponto da Fittipaldi na F1

35 anos: Chico Serra lembra último ponto da Fittipaldi na F1
Carregar comentários