Whiting: Zandvoort precisa de poucas mudanças para receber F1

Diretor de prova da FIA, Charlie Whiting, acredita que circuito de Zandvoort precisaria de mudanças "mínimas" para voltar a receber um GP de Fórmula 1

Whiting: Zandvoort precisa de poucas mudanças para receber F1
Carregar reprodutor de áudio

Diretor de prova da FIA, Charlie Whiting, visitou recentemente Zandvoort para determinar quais ações seriam necessárias para dar ao circuito holandês a especificação necessária para voltar a receber F1.

Desde a última passagem da F1 em Zandvoort, em 1985, o circuito foi reconstruído e encurtado para seu comprimento atual de 4,3km e já recebeu os carros atuais da categoria em corridas de demonstração, com Max Verstappen quebrando o recorde em um carro de 2012 no início deste ano.

O co-proprietário do circuito também afirmou que um retorno de F1 a Zandvoort é "realista", com Whiting agora acreditando que é um projeto viável.

"Eu acho que há um grande potencial lá em Zandvoort", disse Whiting ao Motorsport.com.

Leia também:

"Algumas coisas precisam ser mudadas lá, e há uma grande disposição para mudar. Mas acho que é cedo demais para falar sobre isso.”

"Eles estão voltando a nós com algumas propostas, e vamos ver puramente do ponto de vista do circuito - nada a ver com os elementos comerciais disso - mas do ponto de vista da segurança do circuito eu acho que poderia ser feito.”

"Haveria uma boa reta longa o suficiente para usar bem o DRS, e você também manteria os elementos históricos do circuito. Acho que seria um circuito muito bom."

Perguntado se seriam necessárias mudanças no layout, Whiting disse: "Não muito. A quantidade de trabalho é relativamente mínima".

Whiting enfatizou que mais elementos terão que ser considerados antes que o local atenda a todos os requisitos da F1.

"Fui ver isso [Zandvoort] do ponto de vista da segurança", acrescentou. "A pista poderia ser modificada para lidar com os modernos carros de F1? Isso é tudo.”

"Agora, quão grandes são os paddocks, o acesso, onde você vai colocar os espectadores não é algo em que eu normalmente me envolveria."

Após o GP da Rússia, Whiting viajou para Hanói para ver um potencial local de um GP do Vietnã.

compartilhar
comentários
Horner: Surpresa de Bottas diz que ordem não foi discutida
Artigo anterior

Horner: Surpresa de Bottas diz que ordem não foi discutida

Próximo artigo

Análise técnica: Atualizações mostram que Ferrari não desistiu de briga

Análise técnica: Atualizações mostram que Ferrari não desistiu de briga