Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
62 dias
06 mai
Próximo evento em
104 dias
20 mai
Próximo evento em
118 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
132 dias
10 jun
Próximo evento em
139 dias
24 jun
Próximo evento em
153 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
160 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
174 dias
29 jul
Próximo evento em
188 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
216 dias
02 set
Próximo evento em
223 dias
09 set
Próximo evento em
230 dias
23 set
Próximo evento em
244 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
251 dias
07 out
Próximo evento em
258 dias
21 out
Próximo evento em
272 dias
28 out
Próximo evento em
279 dias
05 nov
Próximo evento em
287 dias
R
GP da Austrália
18 nov
Próximo evento em
300 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
315 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
324 dias

Wolff diz que F1 deve evitar elevar custos e cometer mesmos erros com novo regulamento de motores; entenda

compartilhar
comentários
Wolff diz que F1 deve evitar elevar custos e cometer mesmos erros com novo regulamento de motores; entenda
Por:

Chefe da Mercedes disse que regras atuais do V6 híbrido se mostraram "excessivamente complexas e caras"

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, advertiu que a Fórmula 1 deve se concentrar nos custos ao decidir sobre os novos regulamentos da unidade de potência para 2026.

Wolff diz que o esporte cometeu um erro quando as regras atuais do V6 híbrido foram elaboradas, porque elas se mostraram excessivamente complexas e caras.

Leia também:

Essas regras estarão em vigor por mais cinco temporadas, mas já começaram as discussões sobre o que virá em seguida.

A F1, a FIA e os fabricantes estão empenhados em encontrar o equilíbrio certo entre a potência de combustão híbrida e interna, com combustíveis sustentáveis ​​desempenhando um papel fundamental. Há também um foco no custo com o objetivo de atrair novos fabricantes.

“A discussão foi muito boa”, disse Wolff. “É interessante para onde a indústria automobilística vai, porque tudo se desenvolve na direção da mobilidade elétrica, mas também há um novo olhar sobre o motor de combustão interna e a combinação com o acionamento elétrico.

“Acredito que devemos olhar para os custos. O desenvolvimento de uma unidade de potência completamente nova não é um lugar para onde devemos ir. Sabemos que cometemos esse erro em 2011 e 2012, quando fizemos algo altamente sofisticado e também muito eficiente, mas ficou muito complexo.

“Do jeito que as coisas estão, acho que precisamos ter uma combinação do que temos hoje - um motor de combustão interna e adicionar energia híbrida e potência para ter uma relação melhor entre a propulsão de energia sustentável e os motores ICE convencionais.”

 

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Wolff enfatizou que o custo de um programa de motor e o uso de combustíveis sustentáveis ​​são os elementos importantes para a Mercedes.

“Não acho que se trate de simplificar, trata-se apenas de tentar não ter custos crescentes”, disse ele. “E além do componente elétrico com uma bateria potencialmente maior ou mais potente, os combustíveis sustentáveis ​​são definitivamente o futuro.”

chefe de estratégia da F1, Yath Gangakumaran, disse que os planos de longo prazo da categoria estão nos motores de combustão interna e na redução da quantidade de híbridos.

Em um discurso para investidores da Liberty Media na semana passada, o chefe da F1 Chase Carey enfatizou a importância das regras de 2026 para a meta mais ampla da organização de atingir a neutralidade de carbono até 2030.

“No topo de nossas prioridades para sustentabilidade está a construção de um plano para o motor de combustão que atenda aos objetivos ambientais de nossos parceiros automotivos e da sociedade”, disse ele.

“Há muito tempo que a F1 serve como plataforma para a introdução dos avanços da próxima geração no mundo automotivo. Acreditamos ter a oportunidade de fazer isso com um motor de última geração que combina tecnologia híbrida com combustíveis avançados.

“Está cada vez mais claro que a eletricidade fará parte da solução, mas que um motor de combustão neutro em carbono é tão importante, se não mais, para os objetivos ambientais mundiais.”

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

F1 2020: Hamilton REVELA ‘defeito’ da Mercedes e mostra como a equipe minimizou o problema; entenda

PODCAST: Domínio da Mercedes tira mérito de Hamilton e suas conquistas?

 

Wolff defende Hamilton e Bottas na Mercedes: "Combinação que funciona bem"

Artigo anterior

Wolff defende Hamilton e Bottas na Mercedes: "Combinação que funciona bem"

Próximo artigo

Brawn vê Hamilton capaz de chegar a 10 títulos na F1: "Tem pelo menos mais três ou quatro anos no topo"

Brawn vê Hamilton capaz de chegar a 10 títulos na F1: "Tem pelo menos mais três ou quatro anos no topo"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Adam Cooper